Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

sábado, 14 de setembro de 2019

Cardeal Burke e Bispo Schneider: As 6 Heresias Propagadas pelo Documento do Sínodo da Amazônia

FONTE         português inglês alemão francês espanhol italiano neerlandês polaco russo


14.09.2019 -
n/d
Cardeal Burke e bispo Athanasius Scheneider divulgaram hoje (saiu ontem em primeira mão no National Catholic Register) texto de 8 páginas em que pedem a Deus que não permita que as heresias escritas em um documento preparatório  do sínodo da Amazônia (chamado instrumentum laboris) perverta a Igreja Católica.
Você pode ler o texto  clicando aqui. Não existe versão em português para o texto.
Aqui vão os pontos principais:
1) Primeiro, os prelados afirmam que vários clérigos e leigos já mostraram que o documento preparatório do Sínodo da Amazônia está cheio de heresias;
2) Pedem que o Papa Francisco rejeite esses erros;
3) Pedem 40 dias de cruzada em orações contra essas heresias, começando dia 17 de setembro até dia 26 de outubro;
4) Descrevem 6 heresias do documento preparatório para debater a Amazônia:
a) Panteísmo implícito - documento do Sínodo propaga ideias do tipo Mãe Terra,  paganismo indígena e "mantra" do Papa Francisco;
b) Superstições pagãs - documento do Sínodo ver Deus se comunicando por meio do "povo", do "grito da natureza", da "região Amazônica como lugar teológico especial" e contra "doutrinas petrificadas da Igreja";
c) Diálogo intercultural  e não evangelização - Documento exclui a evangelização cristã em nome de um diálogo intercultural sem Cristo.
d) Errônea concepção dos sacramentos da Igreja - Documento sugere um novo tipo de padre que serviriam para as culturas indígenas (como padres casados), além de pedir a ordenação de mulheres. Esses clérigos também fariam os rituais pagãos indígenas;
e) Ecologia integral  - Documento reduz a integridade humana em nome da ecologia. O ser humano perde seu caráter especial como criação divina;
f) Coletivismo tribal - Documento da Amazônia propõe um coletivismo tribal onde o valor do indivíduo se perde.

5) Burke e Schneider concluem dizendo:
"Os erros e heresias teológicos, implícitos e explícitos no Instrumentum Laboris da iminente.
Assembléia Especial do Sínodo dos Bispos para a Pan-Amazônia são uma manifestação alarmante da confusão, erro e divisão que assolam a Igreja em nossos dias.
Todos devem se informar sobre o assunto e tomar as medidas apropriadas por amor a Cristo e de Sua vida conosco na Igreja. Acima de tudo, todos os membros do Corpo Místico de Cristo, diante de tal ameaça à sua integridade, devem orar e jejuar pelo bem eterno de seus membros que escandalizado é levado a confusão, erro e divisão por este texto para o Sínodo de Bispos.
Além disso, todo católico, como "verdadeiro soldado de Cristo, é chamado a salvaguardar e promover a verdades da fé e da disciplina pela qual essas verdades são honradas na prática, para evitar que a solene assembléia dos Bispos no Sínodo traia a missão do Sínodo, que é “ajudar o Papa com seus conselhos na preservação e crescimento da fé e da moral e na observância e fortalecimento da disciplina eclesiástica ”(cân. 342)."
6) Eles ainda lembram o beato Cardeal Newman, que será canonizado no dia 13 de outubro. Cardeal Newman alertou para os tipos de heresias que o documento do Sínodo propaga, como o esquerdismo que é contrário a acepção de que uma religião possa ser verdadeira.
Visto em: thyselfolord.blogspot.com