http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

CONSERVAR O DEPÓSITO DA FÉ

 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...
 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...

Arquivo do blog

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

_*30.09.2016_*

_*Chamado de Amor e Conversão do Sagrado Coração de Jesus o Bom Pastor. _*

Pequenas ovelhas do Meu Sagrado Coração: hoje, como o Bom Pastor, desejo reunir as Minhas ovelhas no Redil do Meu Sagrado Coração, para que nele sejam alimentados, apacentados, curados, sarados, liberados.

Pequenas ovelhas: deixem-se encontrar por Mim.
Muitas ovelhas quando me veem, fogem e correm, afastando-se ainda mais de Mim.

Ovelhinhas: vocês não fujam.
Deixem-se encontrar por Mim.
Que não lhes dê vergonha que as veja feridas; que as veja culpáveis; que as veja núas; que as veja com fome; que as veja doentes, porque necessito ver a realidade de seus corações para poder transformá-los e muda-los na Vontade do Meu Pai.

Ovelhas de Meus rebanhos: vivam em paz.
Aprendam a viver em paz.
Até quando deixarão de condenar-se entre vocês?
Até quando deixarão dee catalogar aos demais como piores ou pecadores?
Quando deixarão de ofender-se entre vocês?

Ovelhas: Minhas Lágrimas de Bom Pastor se derramam continuamente, porque Meu rebanho não vive em paz.

Vivam em paz!
Amem-se como Eu os tenho amado.

Deixem já de condenar-se e criticar-se, porque só seguem o exemplo dos fariseus e mestres da Lei.

Não sejam sepulcros caiados, ovelhinhas.
Sejam humildes, transparentes, simples.
Aprendam amar, a servir, a orar.

Mi Mama, la Corredentora desea que vivan su ejemplo de orar, callar, amar y esperar en la Voluntad de Mi Padre.
Minha Mamãe, a Corredentora deseja que vivam seu exemplo de orar, calar, amar e esperar na Vontade de Meu Pai.
Vivam e paz.

É necessário que vocês, vivendo em paz, reparem pela violência na qual está submergida a humanidade.

Vivam a união para que, com a unidade, reparem a divis!ão que existe nas famílias, na Igreja e na criação.

Ovelhinhas: escutem-Me e obeçam-Me.
Amo-os e os abençoo.
Eu Sou o Bom Pastor que dá a vida por vocês no Santo Sacrificio da Eucaristia.
Em nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo. Amém.