http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg
ABADIA DE NOSSA SENHORA DE FONTGOMBAULT  CELEBRA TODA A LITURGIA  NA REFORMA DO MISSAL FEITA POR SÃO JOÃO XXIII
EM 1962 E LIBERALIZADA POR SUA SANTIDADE BENTO XVI EM 7/7/2007 COM O MOTU PRÓPRIO "SUMMORUM PONTIFICUM".
ACTUALMENTE A COMUNIDADE CONTA COM CERCA DE 60 MONJES E FUNDOU MAIS OUTRAS 5 ABADIAS DE QUE ELA É A CASA-MÃE,
TODAS REZAM O BREVIÁRIO MONÁSTICO EM LATIM E A A SANTA MISSA É SEMPRE CELEBRADA NA FORMA EXTRAORDINÁRIA EM
FORMA SOLENE E CANTADA EM GREGORIANO.


  

Arquivo do blog

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

A Ordem de São Bento.ESTATUTO DOS OBLATOS SECULARES

Nosso Pai São Bento
ESTATUTO DOS OBLATOS SECULARES DA
CONGREGAÇÃO BENEDITINA
DO BRASIL
(basicamente os Oblatos Seculares Beneditinos seguem este Estatuto)
Capítulo I
OBLATOS
1. O Oblato Beneditino é o cristão (leigo ou sacerdote) que, chamado por Deus, procura viver coerentemente o Batismo, a Confirmação e a Eucaristia dentro do espírito da Regra de São Bento; nos ditames desta encontra alimento e estímulo para tender à perfeição evangélica e à glorificação do Criador.
2. A atitude de oblação (ao Senhor) é decorrente, para todo cristão, de sua inserção na Igreja pelo Batismo e de sua participação na Celebração Eucarística. Com efeito, o cristão, na Santa Missa, renova sua oblação ao Pai, em união com a de Cristo. É essa oblação sacramental que o cristão deve reafirmar e exercitar no decorrer de sua vivência cotidiana.
3. Os oblatos são membros da comunidade do respectivo mosteiro; não constituem associação religiosa nem Ordem Terceira. Participam dos bens espirituais do cenóbio e procuram, na medida do possível, acompanhar a vida do mosteiro.
4. Qualquer mosteiro autônomo de monges ou monjas da Congregação Beneditina Brasileira tem o direito de receber oblatos.
  1. A palavra oblato vem do latim oblatus, "oferecido". Na Regra de São Bento, tal vocábulo designa os meninos oferecidos por seus genitores para o serviço de Deus no mosteiro (cf. cap. 59; São Gregório Magno, Diálogos, I, II). Aos poucos o termo "oblato" passou a designar fiéis que, desejosos de viver mais plenamente a vida cristã, se filiam a determinado mosteiro. Os que passam a morar no próprio cenóbio são chamados "oblatos regulares", ao passo que aqueles que continuam no século são ditos "oblatos seculares".http://www.osb.org.br/oblatosrj/estatuto.html

Os céus proclamam a glória de Deus

Caros irmãos e irmãs, leiam o texto: Os céus proclama a glória de Deus, escrito por D. Irineu Rezende Guimarães aos oblatos e oblatas aos quais ele acompanha na Abadia Nossa Senhora, de Turnay.

Viemos para três coisas Pe. Mamerto Menapace, OSB *



A minha percepção, na medida em que vou ficando velho, é que não há anos ruins. Há anos de fortes aprendizados e anos que são como um intervalo, mas não são ruins. Creio firmemente que a forma como deveríamos

A vocação do oblato


Dom Alfério Caruana, OSB

O caminho vocacional do oblato beneditino, como de todo batizado, dirige-se ao sacrifício, ao imolar-se e carregar a Cruz, não com tibieza, mas com força e gratidão. Pois graças à grande “loucura” do Cristo, a oblação conduzirá, 

Escuta, filho


1. Vive sob o olhar de Deus
2. Preferindo-o sem cessar a teus próprios desejos
3. Obedece por amor de Cristo obediente

Mergulhando na sarça ardente


Na entrada de cada igreja seria bom se nos deparássemos com Moisés tirando as sandálias, atitude fundamental de quem entra em um lugar sagrado. Não um preceito moralizante, não um peso e uma obrigação: uma sugestão.

São Bento, homem de oração


São Bento era verdadeiramente um homem de oração, não porque escreveu ou falou sobre oração, mas porque a praticou. São Gregório Magno, no II Livro dos Diálogos, apresenta São Bento sempre em oração.

Nada, absolutamente, prefiram a Cristo


Caríssimas e caríssimos! É com alegria que postamos uma síntese de nossa segunda leitura de Vigílias de 11/07 – Dia da festa de NPSB, desejando que o texto lhes traga momentos especiais de meditação e prece!

Tríduo à festa de São Bento


Gostaríamos de partilhar com nossos irmãos e irmãs distantes a oração do Tríduo de NPSB. Os Oblatos estão realizando esse Tríduo em suas casas, e no último dia haverá a grande Celebração Eucarística, presidida

Aprendendo a rezar com Santa Teresa


Quem haverá, por mais irrefletido que seja, que, desejando fazer um pedido a uma pessoa importante, não discuta consigo mesmo como lhe falará, de forma a lhe agradar e não o aborrecer? Pensará também no que lhe irá pedir e para que fim,

Caros irmãos e irmãs


Caros irmãos e irmãs, pax! Em atenção aos nossos irmãos seguidores de nosso pai são Bento que estão distantes, aí vai uma tentativa muito modesta, de mantê-los informados sobre o caminho da oblação e sua aplicação na vida prática do dia a dia.


Ordo Sancti Benedicti (sigla OSB) é uma ordem religiosa monacal que se baseia na observância dos preceitos destinados a regular a convivência comunitária. Em 529 São Bento de Núrsia elaborou a regra que regeria a convivência dos monges no Monastério de Monte Cassino, Itália, por ele fundado. A Regra de São Bento tinha um caráter bastante universal, podendo ser usada por outros mosteiros mundo afora e foi o que acabou acontecendo: seus preceitos tornaram-se a base do movimento monástico ocidental.

Seguindo o seu exemplo e inspiração, diversos fundadores de ordens religiosas têm baseado as normas e regras de seus mosteiros na "Regra" deixada por Bento, cujo princípio fundamental é Ora et labora, o que quer dizer "Reza e trabalha". Ao longo dos séculos, a Ordem de São Bento espalhou-se primeiro por toda a Europa, em seguida por todo o mundo. Outras ordens religiosas originaram-se dela, como a Ordem de Cluny, a Ordem de Cister e a Ordem dos Trapistas. Além disso, 18 papas foram beneditinos.
Os mosteiros beneditinos são sempre dirigidos por um superior que, dependendo da categoria do mosteiro, pode ser chamado de prior ou abade. O ritmo de vida num mosteiro beneditino é marcado pelo Ofício Divino, também chamado de Liturgia das Horas, que se reza sete vezes ao dia (veja abaixo quais são as horas). Ao longo do dia todos os monges também se dedicam a vários tipos de trabalho, incluindo o cultivo da terra e trabalhos intelectuais. De acordo com a Regra, os beneditinos devem prover o próprio sustento.
hábito dos beneditinos é negro. Outras ordens originárias da Ordem de São Bento usam outras cores. Antigamente era muito comum a tonsura, isto é, o corte dos cabelos no alto da cabeça. Esse costume visava a mostrar o desapego da vaidade e lembrava a coroa de espinhos de Cristo. O ritual emque era realizada marcava a entrada do noviço na ordem. Tal costume, no entanto já caiu em desuso. Os monges beneditinos costumam escolher novos nomes aos serem admitidos na Ordem e usam, em suas assinaturas, a sigla "osb" (Ordus Sancti Benedicti).
Na Ordem de São Bento há mosteiros masculinos e femininos. Existem ainda os oblatos beneditinos, que são membros externos da ordem (podem ser leigos ou sacerdotes) que buscam viver conforme o espírito da Regra de São Bento. Diferentemente do que ocorre na Ordem de São Francisco, os oblatos não constituem uma Ordem Terceira, mas são considerados membros efetivos da comunidade monástica, mas a um títulos diferente. Ele é considerado irmão dos monges, mas não faz os votos tradicionais e continua vivendo normalmente suas responsabiliades familiares e profissionais.
No Brasil há 25 mosteiros e priorados masculinos e dezessete mosteiros femininos, incluindo aí os cirtercienses, que também seguem a regra de São Bento. Veja aqui a lista.
Conheça a Regra de São Bento
Leia também: São Bento de Núrsia
Liturgia das horas: Matinas (madrugada) - Laudes (ao amanhecer) - Primas (7h) - Terças (9h) - Sextas (meio-dia) - Nonas (15h) - Vésperas (pôr-do-dol) - Completas (antes de dormir)
http://milesecclesiae.blogspot.pt/2008/07/ordem-de-so-bento.html

Livros católicos

Ebook cattolici

Bibbia, Vangeli, Catechismo della Chiesa Cattolica, Storia della Chiesa

Dizionari

Preghiera

Classici Cristiani

  • L'imitazione di Cristo di Tommaso da KempisEPUB MOBI HTML
  • L'imitazione di Maria di Edoardo CiccodicolaEPUB MOBI HTML
  • Trattato della vera devozione a Maria di San Luigi Maria Grignion de MontfortEPUB MOBI HTML
  • Il segreto ammirabile del Santo Rosario di San Luigi Maria Grignion de MontfortEPUB MOBI HTML
  • Il grande segreto per diventare santi di San Luigi Maria Grignion de MontfortEPUB MOBI HTML
  • Le Glorie di Maria di Sant'Alfonso Maria de LiguoriEPUB MOBI HTML
  • Del Gran mezzo della preghiera di Sant'Alfonso Maria de LiguoriEPUB MOBI HTML
  • La necessità della preghiera di Sant'Alfonso Maria de LiguoriEPUB MOBI HTML
  • I racconti di un pellegrino russoEPUB MOBI HTML
  • Filotea di San Giovanni di SalesEPUB MOBI HTML
  • I fioretti di San FrancescoEPUB MOBI HTML
  • Storia di un anima di Santa Teresa di LisieuxEPUB MOBI HTML
  • Esercizi Spirituali di Sant'IgnazioEPUB MOBI HTML
  • Trattato della vita spirituale di San Vincenzo FerreriEPUB MOBI HTML
  • Il castello interiore di Santa Teresa d'AvilaEPUB MOBI HTML
  • La nuvoletta del Carmelo di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Maria Ausiliatrice col racconto di alcune grazie di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Maraviglie della Madre di Dio di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Specchio (o salutazione) della Beata Vergine Maria di Corrado da SassoniaEPUB MOBI HTML
  • E' Gesù che passa di San Josemaría Escrivá de BalaguerEPUB MOBI HTML
  • Opera Omnia - San Francesco d'AssisiEPUB MOBI HTML
  • Opera Omnia - Santa Chiara d'AssisiEPUB MOBI HTML
  • Meditazioni della Beata Madre Teresa di CalcuttaEPUB MOBI HTML
  • Madre Mia quanto sei bellaEPUB MOBI HTML
  • Con Maria la vita è bellaEPUB MOBI HTML
  • Con Maria verso GesùEPUB MOBI HTML
  • Il mio ideale Gesù figlio di Maria di p. Emilio NeubertEPUB MOBI HTML
  • L'anticristo di Vladimir Sergeevic SolovievEPUB MOBI HTML
  • Salita del Monte Carmelo di San Giovanni della CroceEPUB MOBI HTML
  • Maria e la sua armataEPUB MOBI HTML

Biografie di santi, Visioni, Profezie, Rivelazioni

  • La Misericordia Divina nella mia anima - Diario di Santa suor Faustina KowalskaEPUB MOBI HTML
  • L'Araldo del Divino Amore di Santa Gertrude di HelftaEPUB MOBI HTML
  • La vita di Maria della Beata Anna Caterina EmmerickEPUB MOBI HTML
  • La Passione di Nostro Signore della Beata Anna Caterina EmmerickEPUB MOBI HTML
  • Le visioni della Beata Anna Caterina EmmerickEPUB MOBI HTML
  • La Mistica Città di Dio di Suor Maria d'AgredaEPUB MOBI HTML
  • I sogni di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Vita di Santa Margherita Maria Alacoque (scritta da lei stessa)EPUB MOBI HTML
  • I primi nove venerdì del mese - la grande promessaEPUB MOBI HTML
  • Diario di Santa Gemma GalganiEPUB MOBI HTML
  • Il diario della Beata Elisabetta Canori MoraEPUB MOBI HTML
  • Il diario mistico di Camilla BraviEPUB MOBI HTML
  • Diario di Louise Marguerite Claret De La ToucheEPUB MOBI HTML
  • Il libro della Grazia speciale - Rivelazioni di Santa Metilde di HackebornEPUB MOBI HTML
  • Le Rivelazioni di Santa Brigida di SveziaEPUB MOBI HTML
  • Amore per amore: diario di Suor Maria Costanza del Sacro CostatoEPUB MOBI HTML
  • Beata Marietta RubattoEPUB MOBI HTML
  • Beato Bartolo LongoEPUB MOBI HTML
  • Colui che parla dal fuoco - Suor Josefa MenendezEPUB MOBI HTML
  • Così lontani, così vicini - Gli angeli nella vita di Santa Gemma GalganiEPUB MOBI HTML
  • Cristo Gesù nella Beata Alexandrina da BalasarEPUB MOBI HTML
  • Il mistero del Sangue di Cristo - Suor Maria Antonietta PrevedelloEPUB MOBI HTML
  • Santa Gertrude Di Helfta di don Giuseppe TomaselliEPUB MOBI HTML
  • Vita della Serva di Dio Edvige CarboniEPUB MOBI HTML
  • Diario di Edvige CarboniEPUB MOBI HTML
  • Rimanete nel mio amore - Suor Benigna Consolata FerreroEPUB MOBI HTML
  • Il Sacro Cuore e il Sacerdozio. Biografia di Madre Luisa Margherita Claret de la ToucheEPUB MOBI HTML
  • Figlia del dolore Madre di amore - Alexandrina Maria da CostaEPUB MOBI HTML
  • Il piccolo nulla - Vita della Beata Maria di Gesu CrocifissoEPUB MOBI HTML
  • Beata Anna Schaffer: Il misterioso quaderno dei sogniEPUB MOBI HTML
  • Beata Chiara bosattaEPUB MOBI HTML
  • Beata Maria Candida dell'EucaristiaEPUB MOBI HTML
  • Fratel Ettore BoschiniEPUB MOBI HTML
  • Il cuore di Gesù al mondo di Suor Maria Consolata BetroneEPUB MOBI HTML
  • Madre Giuseppina BakhitaEPUB MOBI HTML
  • Beata Maria di Gesù Deluil-MartinyEPUB MOBI HTML
  • Serva di Dio Luigina SinapiEPUB MOBI HTML
  • Marie-Julie JahennyEPUB MOBI HTML
  • Marie Le ValleesEPUB MOBI HTML
  • I SS. Cuori di Gesù e di Maria. La salvezza del mondo, le loro apparizioni, promesse e richiesteEPUB MOBI HTML
  • La testimonianza di Gloria PoloEPUB MOBI HTML
  • Chiara Luce BadanoEPUB MOBI HTML
  • Madre Carolina VenturellaEPUB MOBI HTML
  • Madre SperanzaEPUB MOBI HTML

Novissimi

Patristica

  • Scritti dei primi cristiani (Didachè, Lettera a Diogneto, Papia di Gerapoli)EPUB MOBI HTML
  • I padri apostolici (S.Clemente Romano,S.Ignazio di Antiochia,Il Pastore d'Erma, S.Policarpo di Smirne)EPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Scritti di Sant'AgostinoEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Sant'Agostino, la città di DioEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Sant'Agostino, le confessioniEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Clemente Alessandrino,Sant'Ambrogio, Sant'Anselmo, San Benedetto,San Cirillo di GerusalemmeEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: San Giustino, San Leone Magno, Origene, Cirillo d'Alessandria, San Basilio, Atenagora di Atene, Rufino di Aquileia,Guigo il CertosinoEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: San Giovanni CrisostomoEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: San Gregorio di NissaEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Quinto Settimio Fiorente TertullianoEPUB MOBI HTML
  • I padri del deserto: Evagrio Pontico, Sant'Antonio AbateEPUB MOBI HTML
  • I padri esicasti : La preghiera del Cuore,Gregorio il sinaita,Niceforo il solitario, San Barsanufio e Giovanni, Pseudo MacarioEPUB MOBI HTML

Sacramenti e vita cristiana

Altri libri

  • La Divina Commedia (Inferno, Purgatorio, Paradiso) di Dante AlighieriEPUB MOBI HTML
  • La storia d'Italia di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • I testimoni di Geova di Don Vigilio Covi