jkiSant'Elia
Teresa

S. Teresa
di Gesù

Giovanni

S. Giovanni della Croce

teresina

S. Teresa
di Gesù Bambino 
del Volto Santo

bcm

Santi
Coniugi
Martin

elisabetta

S. Elisabetta
della Trinità

edith

S. Teresa Benedetta
della
 Croce 
(Edith Stein)

teresadelosandesS. Teresa
di Los Andes
miriamS. Maria 
di Gesù Crocifisso
(Mariam Baouardy)
nonio quadratoS. Nonio
di S. Maria
pmeejBeato
Maria Eugenio di Gesù Bambino
edoSant'Enrico
de Ossò
bamssBeato Alfonso
Maria dello
Spirito Santo
mgjBeata Maria Giuseppina
di Gesù Crocifisso
ciriacoSan Ciriaco Elia della Santa Famiglia
SenzanomeBeata Francesca d'Amboise
stmscgS. Teresa Margherita
Redi
ki

 

S. Raffaele Kalinowski

stockS. Simone Stock
mceBeata Maria Candida dell'Eucaristia
beataannaBeata Anna
di S. Bartolomeo
mariadigesùBeata Maria
di Gesù
mariaincarnazioneBeata Maria dell'Incarnazione
dionisioredentoBeati Dionisio della Natività
e Redento
della Croce
jngBeata Giuseppa Naval Girbés
sacS. Andrea Corsini
SenzanomeS. Pier
Tommaso
escgSant'Eufrasia
del Sacro Cuore
di Gesù
albSant'Alberto di Gerusalemme
mcgBeate Martiri
di Guadalajara
teresarrBeata Teresa Maria della Croce
mcBeate Martiri
di Compiègne
bfpBeato Francesco di Gesù Maria Giuseppe
eliaBeata Elia 
di S.Clemente
fralorenzoVen. Lorenzo della Risurrezione
mariamaddalenaS. Maria Maddalena
De' Pazzi
beatosorethBeato
Giovanni Soreth
mantovanoBeato
Battista Spagnoli 
gioacchinaS. Gioacchina de Vedruna
mmjS. Maria Maravillas 
di Gesù
bmrBeati Martiri
di Rochefort
SenzanomeSant'Alberto
da Trapani
bmsslgBeata Maria
Sagrario
di San Luigi
Gonzaga
miniBeata Maria
Felicia
di Gesù Sacramentato
mariateresadisangiuseppeBeata Maria
Teresa di San Giuseppe
martirispagnaBeati Martiri di Spagna

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Arquivo do blog

domingo, 30 de abril de 2017

A vinda do Meu Reino é a vinda do Céu ou a expansão do Céu para a terra.

21 de Dezembro de 2003
 Deus Pai 
Quero falar com os Meus filhos sobre o Céu. A vinda do Meu Reino é a vinda do Céu ou a expansão do Céu para a terra. É parte do Meu plano, e é isto o que o futuro guarda para os Meus filhos. Vedes, Meus filhos? Só é possível encontrar a verdadeira felicidade na união da vontade das almas com a Vontade divina. Quando a vossa vontade estiver unida à Vontade Divina, não existirá qualquer conflito, qualquer luta. Só um pequeno número encontra esta união na terra. A procura desta união é o caminho para a santidade, o caminho que seguis na vossa obediência aos Meus mandamentos. Estais a tomar decisões. Estais a avançar no caminho. Estais a fazer correcções. É este o processo. Houve momentos, na história da humanidade, em que o movimento geral de muitas almas na terra era na direcção do Céu. Nesta época, a maior parte das almas estão a desfalecer ao longo do caminho. Muitos estão a perder o seu tempo na terra e não estão mesmo a vir nesta direcção. As almas, procedendo assim, estão perdidas. Como Deus de misericórdia, Eu envio toda a espécie de sinais e de avisos. Neste tempo, contudo, a maior parte dos sinais estão a ser ignorados. É tal o nível de distrac- ção, que as Minhas almas não são capazes de ver, mais cedo, um sinal e, porque se permitem estar distraídas e deixar-se arrastar para trás, para o mundo, não fazem a experiência do Meu chamamento. Filhos, prestai atenção. Deveis centrar-vos em Mim e no vosso caminho. Tereis de ser disciplinados, se quereis permanecer no caminho da salvação. E acreditai em Mim quando Eu digo que todos os outros caminhos não levam a lado nenhum. Os Meus filhos devem estar juntos a amar-Me. Escutai a Minha chamada de amor, agora, enquanto vos posso oferecer uma transição calma e serena para a santidade. Virá um tempo, conforme vos foi dito, em que a transição só será possível através da violência. Será um choque para vós, se não responder a Deus Pai

Será um choque para vós, se não responderdes
agora. Filhos, se não estiverdes a seguir
as Minhas palavras, se não estiverdes
unidos a Mim, se não reconhecerdes e respeitardes
o Meu domínio sobre vós e sobre o vosso
mundo, sentir-vos-eis desconfortáveis e aflitos.
Esses tempos acabaram. O Meu tempo
está a chegar. Haverá alegria, é verdade. Foi
por isso que os Meus filhos rezaram. Mas a
mudança é difícil para os que não têm uma
compreensão firme e não acreditam no
mundo que há-de vir. Se vos fosse pedido que
Me désseis a vossa vida, hoje, e se tivésseis de
responder por ela, o que sentiríeis? Sentirvos-íeis
calmos? Sentiríeis confiança porque,
se cometestes erros, fizestes o melhor que podíeis,
e porque o que tendes a oferecer como
contrapartida de merecerdes a vossa recompensa eterna é um negócio justo? Poderíeis
até dizer “Meu Deus, perdi muito do meu
tempo aqui na terra, mas eu vejo que sois o
Criador e inclino-me perante Vós?” Isto é tudo
o que é necessário para a tua salvação, filho,
mas irás querer ter alguma coisa, mesmo que
pequenina, para Me dar. Poderás dar-Me os
anos em que trataste dos teus filhos. Poderás
oferecer-Me o teu serviço no teu emprego ou a
tua obediência e respeito pelos teus pais. Poderás
dar-Me a tua paciência com a doença
ou a depressão. Poderás dizer “Meus Deus, levantei-me
todas as manhãs e tentei não ser
desonesto ou duro para com os outros, apesar
da minha dor e sofrimento.” Para todas estas
coisas, e para quase todos aqueles que guardam
a sua dignidade e fazem algum esforço
para ser honestos, Eu direi: “Bem-vindo. Procedeste
bem. Agora já acabou e estás a salvo
e és amado.” Vou guardar-te abraçado a Mim
e vou curar todas as tuas feridas e toda a tua
dor. Serás preparado com todo o amor para
entrares no Reino. Filhos, não tenhais medo
de deixar este mundo e de entrar no mundo
que vem a seguir. Eu lá estarei, à espera de receber
cada um de vós agora. Filhos, se não estiverdes a seguir as Minhas palavras, se não estiverdes unidos a Mim, se não reconhecerdes e respeitardes o Meu domínio sobre vós e sobre o vosso mundo, sentir-vos-eis desconfortáveis e aflitos. Esses tempos acabaram. O Meu tempo está a chegar. Haverá alegria, é verdade. Foi por isso que os Meus filhos rezaram. Mas a mudança é difícil para os que não têm uma compreensão firme e não acreditam no mundo que há-de vir. Se vos fosse pedido que Me désseis a vossa vida, hoje, e se tivésseis de responder por ela, o que sentiríeis? Sentirvos-íeis calmos? Sentiríeis confiança porque, se cometestes erros, fizestes o melhor que podíeis, e porque o que tendes a oferecer como contrapartida de merecerdes a vossa recompensa eterna é um negócio justo? Poderíeis até dizer “Meu Deus, perdi muito do meu tempo aqui na terra, mas eu vejo que sois o Criador e inclino-me perante Vós?” Isto é tudo o que é necessário para a tua salvação, filho, mas irás querer ter alguma coisa, mesmo que pequenina, para Me dar. Poderás dar-Me os anos em que trataste dos teus filhos. Poderás oferecer-Me o teu serviço no teu emprego ou a tua obediência e respeito pelos teus pais. Poderás dar-Me a tua paciência com a doença ou a depressão. Poderás dizer “Meus Deus, levantei-me todas as manhãs e tentei não ser desonesto ou duro para com os outros, apesar da minha dor e sofrimento.” Para todas estas coisas, e para quase todos aqueles que guardam a sua dignidade e fazem algum esforço para ser honestos, Eu direi: “Bem-vindo. Procedeste bem. Agora já acabou e estás a salvo e és amado.” Vou guardar-te abraçado a Mim e vou curar todas as tuas feridas e toda a tua dor. Serás preparado com todo o amor para entrares no Reino. Filhos, não tenhais medo de deixar este mundo e de entrar no mundo que vem a seguir. Eu lá estarei, à espera de receber cada um de vós.