Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

domingo, 19 de abril de 2009

Quatro anos de Bento XVI: quatro anos de reforma lenta mas concreta. Deo gratias!!!


1 Comunhão na boca e de joelhos;
2 Summorum Pontificum que reconhece a plena liberdade à missa de sempre e a todos os livros litúrgicos pré-conciliares;
3 Levantamento das injustas excomunhões, aquelas que nunca existiram;
4 Reverência na liturgia, nomeadamente com a celebração ad orientem;
5 Posição claríssima sobre o aborto, o preservativo e a contracepção;
6 nova concepção de ecumenismo, apostando-se mais nos cismáticos ortodoxos do que nos hereges protestantes;
7 o diálogo inter-religioso, em sentido estrito, não é possível;
8 as comunidades protestantes, leia-se as seitas heréticas, já não podem ser chamadas de igrejas porque não guardam a sucessão apostólica nem celebram a eucaristia (isto foi um duro golpe no ecumenismo conciliar);
9 foi criado o Instituto do Bom Pastor e foram favorecidas outras comunidades tradicionais;
10 é notória a preferência de Bento XVI pela missa tradicional, aguardando todos nós ansiosamente a famosa reforma da reforma;
E muito, muito mais que não me recordo e o que ainda virá!

Viva Bento XVI! Longa vida ao Papa!
Fonte:Tradição católica