Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

sábado, 10 de outubro de 2009

Neste Domingo Bento XVI canoniza cinco novos Santos, entre os quais o Padre Damião, apostolo dos leprosos









(10/10/2009) Bento XVI vai presidir este Domingo à canonização de cinco novos Santos, entre os quais o padre Damião de Veuster, conhecido como apóstolo dos leprosos e a religiosa francesa Maria da Cruz (Joana, nome civil) Jugan, fundadora da Congregação das Irmãzinhas dos Pobres.
Jozef Damian de Veuster (Bélgica), o conhecido Padre Damião, sacerdote da Congregação dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria e da Adoração Perpétua do Santíssimo Sacramento do Altar, consagrou sua vida aos leprosos da Ilha de Molokai, onde ele mesmo faleceu por causa desta doença.
Para Mário Nogueira, Fundador da Associação “Mãos Unidas P. Damião”, esta canonização deve servir para renovar “o nosso empenhamento para derrubarmos os muros da marginalização e construir muitas aldeias de Molokai por esse terceiro mundo das desigualdades”, considerando que “a resposta da Igreja surge no tempo certo”.
Quanta a Joana Jugan, a Irmã Maria da Cruz, as Irmãzinhas dos Pobres em Portugal, referem a “grande alegria” da canonização, falando da sua fundadora como uma “figura de mulher humilde, que na simplicidade e pobreza de coração entregou a sua vida a Deus no serviço às pessoas idosas pobres, numa inquebrantável confiança na providência de Deus”. A Congregação das Irmãzinhas dos Pobres está hoje presente em vários países dos cinco continentes
Os outros novos Santos são Francisco Coll y Guitart (Espanha), sacerdote Dominicano, fundador da Congregação das Dominicanas da Anunciação da Bem-aventurada Virgem Maria; Zygmunt Szczesny Felinski (Polónia), Arcebispo, fundador da Congregação das Religiosas Franciscanas da Família de Maria; e Rafael Arnáiz Baron (Espanha), monge da Ordem Cisterciense da Estrita Observância (Trapista), que faleceu aos 27 anos, vítima de um coma diabético. É considerado um dos grandes místicos do século XX.
fonte:radio vaticano