Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Ocorre hoje o 1º Aniversário da morte do Padre Luís Octávio Soto que foi em 26 de Novembro de 2009 em pleno Ano Sacerdotal : ELE OFERECEU A SUA VIDA A DEUS COMO VITIMA PELA SANTIFICAÇÃO DOS SACERDOTES

 
O querido Padre Luís de que publicamos notícia a 19 de Maio de 2010 (cfr. artigo mais abaixo) foi uma alma enamorada do seu Sacerdócio , cujas Boas de Prata ocorreram nesse dia, mas festejadas no Céu.
    Só duas vezes tivemos o privilégio de o encontrar e para nos darmos conta de que era um verdadeiro Servo de Deus que tinha abraçou a vida eremítica em Fátima onde viveu vários anos num total isolamento e solidão no seu Eremitério  , servindo a Deus numa vida de total de oração e sacrifício pela santificação dos Sacerdotes. Oriundo de Porto Rico que se encontra na América Central.Sabemos que era de uma família rica mas que com o tempo acabou por perder quase todos os seus bens devido aos revezes que a vida por vezes traz consigo.
   O nosso jovem Luís desde muito cedo sente a vocação ao sacerdócio e à Vida Religiosa , tendo ingressado no Seminário da Congregação dos Padres Palotinos e tendo realizado toda a sua formação académica na Itália. Sendo orientado espiritualmente por um Padre Paulista que então era exorcista e que o orientou pelos caminhos da Perfeição.


quarta-feira, 19 de maio de 2010


Ocorre hoje o 25º Anversário da Ordenação Sacerdotal do Padre Luís Octávio Soto, sacerdote nascido em Porto Rico a 8 de Setembro de 1953 , o qual se ofereceu a Deus como vítima pela santificação dos Sacerdotes, vivendo como Eremita em Fátima , numa vida feita de oração e muito sacrifício e sofrimento , tudo vivido sempre com um sorriso nos lábios. Seu exemplo de vida cativou muitas pessoas que se dirigiam espiritualmente com ele. Foi grande a amizade espiritual que o uniu a S.Pio de Pietralcina. Tendo Deus aceite a sua oferta , morreu santamente a 26 de Novembro de 2009 ,pelo que celebra hoje as suas Bodas de Prata no Céu.Gostaríamos de publicar mais testemunhos deste Sacerdote que viveu místicamente o seu Sacerdócio como grande enamorado de Maria Santíssima e que é um exemplo para todos os sacerdotes neste Ano Sacerdotal


 





Queremos dar a conhecer a todos a figura deste sacerdote que merece um lugar de destaque neste Ano Sacerdotal. Nasceu em Porto Rico a 8 de Setembro de 1953 .Desde criança foi muito favorecido por Deus .Aquilo que o marcou mais foi um sonho que teve ainda em criança em que viu Nossa Senhora de Guadalupe em grande sofrimento pelos filhos que se afastavam da fé católica :Este sonho impressionou-o imenso e vai marcar a sua vida no sentido da reparação e de querer consolar Nossa Senhora na sua aflição pelos filhos católicos que se perdem eternamente pela sua infedelidade à fé católica. Uma profunda devoção e ligação a Nossa Senhora de Guadalupe o vai acompanhar toda a sua vida.
Mais tarde entrará no Seminário dos Palotinos, tendo feito a sua formação na Itália onde será ordenado sacerdote a 19 de Maio de 1985.,pelo que celebraria este ano as suas Bodas de Prata da Ordenação Sacerdotal a 19 de Maio de 2010.  Em Itália ganha muitas amizades que depois se mostrarão preciosas para a sua vida. No Padre Luís notamos uma grande devoção a S.Pio de Pietralcina e de facto a sua vida como sacerdote de algum modo se torna em muitos aspectos semelhantes à vida do famoso capuchinho estigmatizado.  A piedade mariana que nele foi grandíssima é uma das características que ião marcar a sua espiritualidade. Vemo-lo chegar a Fátima em 1990 como peregrino e com uma vontade de se entregar totalmente a Nossa Senhora de Fátima servindo como confessor no Santuário , porém seu desejo não irá ser satisfeito como desejava .Nossa Senhora tinha para ele outros planos. Sempre em contacto com o seu Director espiritual e seguindo as suas directivas nasce no seu coração o ideal de se consagrar a Deus como eremita vivendo como recluso entregue totalmente a uma vida de oração e penitência segundo a Mensagem de Nossa Senhora de Fátima em oblação pela santificação dos sacerdotes. Tal missão é confirmada pelo seu Director Espiritual ,  já falecido e cuja causa de Canonização está introduzida, pertencia à congregação dos Paulistas. Também o seu Bispo de Porto Rico confirma a sua vocação como Eremita em prol da Santificação dos sacerdotes. O Padre Luís vai ter   o previlégio de fazer essa oferta de si mesmo nas mãos do Venerável Papa João Paulo II .A partir de então ele começa a viver em Fátima como eremita, dedicado totalmente à oração e penitência. Durante 20 anos ele vive prisioneiro no seu eremitório. A fama da sua santidade ultrapassa as fronteiras de Fátima e uma plêiade de almas eleitas procura a sua direcção espiritual e os conselhos de Padre Luís através de correspondência e de visitas que para tal lhe fazem e é assim que vai ganhar uma clientela universal de filhos espirituais que se dirigem epistolarmente com ele. Muitos dos filhos espirituais do Padre Pio, entretanto declarado Santo , passam  a dirigir-se espiritualmente com o Padre Luís. Entretanto como a sua oferta de vítima pela santificação dos Sacerdotes foi aceite o padre Luís começa a sentir no seu próprio corpo as consequências da sua Doação.Devido a doença que lhe surge na pele práticamente ele fica como em chaga viva, a pele abre fístulas sobretudo nas pernas  que se apresentam roxas e quase em carne viva,isto também devido a graves problemas de circulação do sangue .Devido a negligência médica o Padre Luís vai ficar com problemas de coração devido ao excesso de peso que daí derivou chegando a pesar 164 kilos, pelo que vai ter dificuldade em deslocar-se mesmo em casa e sobretudo em descansar .Terá práticamente que dormir sentado para poder respirar, é pouco pois o repouso que irá ter mas aproveitará o tempo para a oração. Também sofria de diabetes que últimamente lhe estavam afectando muito a visão.Tinha que se deslocar pelo menos uma vez por ano a Itália onde com a ajuda de pessoas amigas recebia tratamento hospitalar para as diferentes doenças que o faziam sofrer.O Padre Luís celebrava a Missa Gregoriana ou Tridentina como também é chamada na Capela do seu eremitório. Em Fátima tinha como confessor os Padres de Santa Cruz. Em finais de Novembro de 2009  o seu estado agravou-se, sobretudo tinha problemas de coração devido ao excesso de peso, pelo que foi internado no Hospital de S.André em Leiria onde teve 4 enfartes de coração e também problemas nos rins, um dos quis não funcionava.Os Médicos tentaram fazer com os rins funcionassem mas o coração tão fraco não aguentou e assim o querido Padre Luís faleceu santamente a 26 de Novembro de 2009. Tendo sido sepultado no Cemitério de Fátima bem pertinho do lugar onde estiveram sepultados os Beatos Franciscoe Jacinta Marto a quem Nossa Senhora de Fátima apareceu em 1917.Queremos sublinhar o facto excepcional da oferta deste sacerdote a Deus como Vítima pela Santificação dos Sacerdotes e como tal oferta foi aceite por Deus em pleno Ano Sacerdotal.Queríamos pedir aos inúmeros filhos espirituais do Padre Luis espalhados pelo mundo que nos enviem notícias a fim de darmos a conhecer a figura deste nosso Irmão Sacerdote que já se encontra a gozar a companhia de Deus e da Santíssima Virgem Maria que ele amou tanto e de S.Pio de Pietralcina a quem teve especial devoção.