Arquivo do blog

domingo, 11 de outubro de 2015

Sínodo da Família: as trevas tentam envolver a família cristã glorificada em Lourdes

A Sagrada Família: modelo arquetípico e perfeito da família hoje atacada. Nicolás Rodríguez Juárez (Mexico, 1667-1734). Los Angeles County Museum of Art
A Sagrada Família: modelo arquetípico e perfeito da família hoje atacada.
Nicolás Rodríguez Juárez (Mexico, 1667-1734). Los Angeles County Museum of Art



A atmosfera que cercou o dogma da Imaculada Conceição e as graças que vieram com Lourdes pouco mais ou menos até nossos dias é contraditada por muita coisa que se pode ver hoje. Aliás, muito infelizmente.

A família está sendo atacada, desmoralizada, achincalhada com formas perversas de “casamento” e de uniões mal chamadas de “família”.

E até no Sínodo da Família que deveria defender a pureza do lar e da unidade matrimonial, altas vozes propõem fórmulas que degradam esse reduto sagrado que só a família bem constituída pode erigir e manter.

Em Lourdes, Nossa Senhora veio confirmar para Santa Bernadette, e por meio dela à Igreja toda: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

Podemos imaginar a pureza do lar em que se deu a mais alta e sublime de todas as concepções em toda a história da humanidade: a Conceição de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Messias aguardado havia muitos séculos pelos Patriarcas, pelos profetas, pelos santos do Antigo Testamento e o povo eleito?

A tal ponto essa Conceição foi única que Nossa Senhora escolhida por Deus para ser Mãe de Deus foi concebida sem sombra de pecado: Ela é a Imaculada Conceição.

São José, escola de Cusco, Peru, século XVIII
São José, escola de Cusco, Peru, século XVIII
Assim a Conceição de Nosso Senhor foi perfeitamente Imaculada, pois foi concebido por uma Virgem Imaculada e por obra do Espírito Santo!

A seu lado o castíssimo São José, pai putativo de Jesus, e verdadeiro pai pelo direito que ele tinha sobre o fruto do ventre de sua puríssima esposa, completava o ambiente de família ideal do ponto de vista natural e sobrenatural.

O lar de Nazaré era muito pobre, mas ele ficou de tal maneira santificado pela Sagrada Família que quando os muçulmanos avançaram para destruí-lo, os anjos o transportaram miraculosamente para Loreto, na Itália.

E ali é venerado até hoje pela multidão incontável dos romeiros.

Qual palácio ou castelo imperial ou real teve honra sequer comparável?

Porém, precisamente hoje quase se pode dizer que as trevas se voltam contra a família e tentam, em consequência, apagar o brilho de Lourdes.

Porque Lourdes é um triunfo permanente e supremo da Santíssima Virgem sobre as doenças de corpo e de alma.

Portanto também sobre os pecados, as blasfêmias e tudo o que visa desmoralizar a família.

Quem glorifica a mãe, glorifica o lar que ela cuida. A mãe é a honra do lar.

A Imaculada Conceição de Maria, concebida sem sequer sombra pálida de pecado, se irradiou à Santa Casa de Nazaré, envolveu ao Menino Jesus no tempo de gestação e da educação.

O lar e a família de Nossa Senhora triunfante em Lourdes é o modelo arquetípico e intocável do lar e da família católica.

Mas o que se faz dessa lembrança de Fé?

Aos pés de Nossa Senhora estão gravadas as palavras de sua mensagem:
"Eu sou a Imaculada Conceição" (no dialeto que falava Sta.Bernadette.
A pureza imaculada de Nossa Senhora
se irradia para as famílias católicas bem constituídas
e enfurece o demônio que quer "casamentos" falsos e perversos.
Não se fala até – repugna dize-lo – de “casamentos” e famílias LGBT? E não há eclesiásticos que tentam uma espécie de equiparação dessas uniões contra a natureza com a dignidade do matrimônio católico?

Isso não é tentar aproximar o Céu do inferno? Não é tentar aproximar Nossa Senhora Imaculada do lúbrico Lúcifer, rei das trevas e de todo desvio moral, o maior destrutor das famílias?

Por isso, o brilho de Lourdes está ameaçado.

Bem entendido, as trevas nada poderão. No fim da crise da Igreja e da família, Nossa Senhora de Lourdes brilhará ainda mais resplandecente de poder e de glória.

Porém, quantas almas que fraquejam, quantos lares problemáticos não poderão se perder ou se desfazer vendo tanto escândalo na sociedade e na Igreja?

Lourdes é um grande farol de esperança.

A aparição de Lourdes inaugurou um verdadeiro arco voltaico de graças no século XIX que durará até o fim dos tempos.

Em torno do dogma da Imaculada Conceição, mil imponderáveis inefáveis de ordem sobrenatural constituem um orvalho que desce incessantemente para a Humanidade, cura os corpos, restaura as famílias.

É o momento de rezarmos a propósito do Sínodo da Família que começou no Vaticano.

Para que o Santo Padre e os bispos reunidos em Roma reafirmem com voz prístina e forte os valores imutáveis do lar católico realizados perfeitamente na Santa Casa de Nazaré.

Que nada vindo desses altos dignitários possa ser manipulado por aqueles que jogam pedras contra a família tradicional, por vezes revestidos das mais nobres vestimentas eclesiásticas.


Sínodo da Família: as trevas tentam envolver a família cristã glorificada em Lourdes

Vídeo de Lourdes em time lapse




Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.