Arquivo do blog

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

SÃO PAULO DA CRUZ, CONSELHOS

 9 de Outubro: 

Sacerdote fundador da Congregação da Paixão de Jesus Cristo e das freiras de clausura passionistas: foi proclamado santo pelo Papa Pio IX em 1867.

CONSELHO, A CAMINHO DA PERFEIÇÃO, DE SANTO PAULO DA CRUZ:

Paciência e silêncio: este é o caminho curto para ser santo e perfeito (II, 736).

Se estiver calmo, calmo e resignado, fará um grande voo para a perfeição sagrada (I, 287).

Se observar um silêncio pacífico no seu sofrimento, fará uma grande viagem no caminho para a perfeição (I, 580).

Dormir na cruz, no calor amoroso do Coração de Jesus: assim se faz uma grande viagem à perfeição (I, 718).

Estar sozinho no sagrado deserto interior, crucificado com Cristo, sem conforto, este é o grande segredo de fazer um grande voo para a perfeição (III, 339).

Aquele que sabe sofrer em silêncio e paz é quase perfeito (II, 736).

Oh que grande ponto de perfeição é saber calar, e assegurar que as nossas palavras sejam doces, caridosas, prudentes, para que tragam edificação e paz a todos! (III, 133).

Trabalhar, sofrer, calar, nunca reclamar: estas são máximas de santos e de alta perfeição (II, 309).

O caminho mais curto para a perfeição sagrada é tirar todos os problemas e dores espirituais e temporais da mão amorosa de Deus como um tesouro que nos foi dado pelo Pai celestial, replicando as palavras sagradas de Jesus Cristo; Ita Pater quoniam sic fuit placitum ante te (I, 769).

Aceitando cada trabalho como um presente do Criador, voamos para a perfeição sagrada pelo caminho mais curto (I, 374).

Certamente alcançará a perfeição do seu estado se tentar manter o seu coração e mente erguidos em Deus, e esperar propositadamente pela oração santa (II, 328).