Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

domingo, 21 de abril de 2013

Papa exorta os novos padres hoje ordenados para a diocese de Roma a serem "pastores, não funcionários; mediadores, não intermediários"


 
 Ao meio-dia, na praça de São Pedro, Papa recorda "mistério da vocação", exorta os jovens a ouvirem a chamada de Jesus. Apelo ao diálogo e à reconciliação na Venezuela

RealAudioMP3 O Evangelho do domingo do Bom Pastor voltou a ser evocado pelo Papa, ao meio-dia, antes da oração mariana, com os fiéis congregados na Praça de São Pedro. “Jesus, observou Papa Francisco, quer estabelecer com os seus amigos uma relação que seja o reflexo daquela que ele próprio tem com o Pai: uma relação de pertença recíproca, em plena confiança, em íntima comunhão”. Para exprimir esta relaçã ...»



RealAudioMP3
Decorreu na basílica de São Pedro, na manhã deste "domingo do Bom Pastor"a ordenação de dez novos padres para a diocese de Roma. Concelebraram com Papa Francisco o cardeal Vigário para a diocese de Roma, Agostino Valini, os bispos auxiliares, os párocos dos ordinandos e os Superiores dos respetivos Seminários (Seminário Maior de Roma, Seminário dos Oblatos, Filhos de Nossa Senhora do Amor Divino e Colégio diocesano "Redemptoris Mater") .
Na breve homilia, toda ela em tom exortativo, a partir das palavras do rito da ordenação, Papa Francisco pediu aos novos padres que exerçam "na alegria e em caridade sincera a obra sacerdotal de Cristo, visando unicamente agradar a Deus e não a si mesmos". "Sede pastores, não funcionários! Sede mediadores, não intermediários!" - pediu com insistência.
Referindo-se especificamente ao exercício dos sacramentos da penitência e da unção dos enfermos, declarou o Papa: "Hoje peço-vos em nome de Cristo e da Igreja: por favor, não vos canseis de ser misericordiosos. Com o óleo santo dareis alívio aos enfermos e aos idosos. Não vos envergonheis de ter ternura com os idosos".
Francisco exprimiu o desejo e a necessidade de que a doutrina transmitida pelos novos padres seja nutrimento para o Povo de Deus e que o perfume da própria vida seja alegria e apoio para os fiéis de Cristo.




Compartilhar Invia articolo