ABADIA DE FONTGOMBAULT





  

Arquivo do blog

terça-feira, 15 de março de 2016

a Santa Missa nos dá o Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Seu Sacrifício continua realmente, Nosso Senhor está realmente presente com seu Corpo, com seu Sangue, com sua Alma e com sua Divindade.

Monsenhor Lefebvre - Santa MissaEis aqui nossa vida cristã, eis aqui nosso Credo. Se a Missa já não é mais a continuação da Cruz de Nosso Senhor, do sinal de sua Redenção, não é mais a realidade de sua Redenção, não é mais nosso Credo. Se a Missa não é mais que um banquete, uma eucaristia, uma partilha, se alguém pode se sentar ao redor de uma mesa e pronunciar simplesmente as palavras da Consagração em meio ao banquete, isto já não é mais nosso Sacrifício da Missa.
E se já não é mais o Santo Sacrifício da Missa, o que se realiza já não é a Redenção de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Precisamos da Redenção de Nosso Senhor, precisamos do Sangue de Nosso Senhor. Não podemos viver sem o Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele veio à terra para nos dar seu Sangue, para nos comunicar sua Vida. Fomos criados para isso, e nossa Santa Missa nos dá o Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Seu Sacrifício continua realmente, Nosso Senhor está realmente presente com seu Corpo, com seu Sangue, com sua Alma e com sua Divindade.
Para isto Ele criou o Sacerdócio e para isto há novos sacerdotes. E é por isso que queremos fazer sacerdotes que continuarão a Redenção de Nosso Senhor Jesus Cristo. Toda a grandeza, a sublimidade do Sacerdócio, a beleza do sacerdote é celebrar a Santa Missa, pronunciar as palavras da Consagração, fazer descer Nosso Senhor Jesus Cristo sobre o altar, continuar seu Sacrifício da Cruz, derramar seu Sangue sobre as almas pelo Batismo, pela Eucaristia, pelo Sacramento da Penitência. Oh! a beleza, a grandeza do sacerdócio, uma grandeza da qual não somos dignos! da qual nenhum homem é digno. Nosso Senhor Jesus Cristo quis fazer isso. Que grandeza! Que sublimidade!
E isto é o que compreenderam nossos jovens sacerdotes. Estai seguros de que eles o compreenderam. Amaram a Santa Missa durante todo seu seminário. Penetraram seu mistério. Não penetrarão nunca em seu mistério de uma forma perfeita inclusive se Deus nos concedesse uma longa vida aqui embaixo. Mas ama sua Missa e penso que compreenderam e que compreenderão sempre melhor que a Missa é o sol de sua vida, a razão de ser de sua vida sacerdotal, para dar Nosso Senhor Jesus Cristo às almas e não simplesmente para partir um pão da amizade no qual já não se encontra Nosso Senhor Jesus Cristo. E, por conseguinte, a graça já não existe em algumas Missas que seriam puramente uma Eucaristia, puramente significação e símbolo de uma espécie de caridade humana entre nós.!
Eis aí por que estamos aferrados à Santa Missa. E a Santa Missa é a expressão do Decálogo. O que é o Decálogo senão o amor de Deus e o amor do próximo? O que realiza melhor o amor de Deus e o amor do próximo senão o Santo Sacrifício da Missa? Deus recebe toda glória por Nosso Senhor Jesus Cristo e por seu Sacrifício. Não pode existir um ato de caridade maior em direção aos homens que o Sacrifício de Nosso Senhor. Ele mesmo, Nosso Senhor Jesus Cristo, o disse: há um ato maior de caridade que dar sua vida por aqueles a quem se ama?!
Por conseguinte, se realiza no Sacrifício da Missa o Decálogo: o maior ato de amor que Deus possa ter por parte de um homem e o maior ato de amor que possamos ter por parte de Deus para conosco. Eis aqui o que é o Decálogo: é nosso catecismo vivo. O Santo Sacrifício da Missa está ali continuando o Sacrifício da Cruz. Os Sacramentos não são senão a irradiação do Sacramento da Eucaristia. Todos os Sacramentos são, de certa forma, como satélites do Sacramento da Eucaristia. Do Batismo à Extrema-unção, passando por todos os demais sacramentos, não são senão a irradiação da Eucaristia, porque toda graça vem de Jesus Cristo que está presente na Sagrada Eucaristia.!
Pois bem, o sacramento e o sacrifício estão intimamente unidos na Missa. Não se pode separar o sacrifício do sacramento. O Catecismo do Concílio de Trento o explica magnificamente. Existem duas grandes realidades no Sacrifício da Missa: o sacrifício e o sacramento, o sacramento dependente do sacrifício, fruto do sacrifício.!
Isso é toda nossa santa religião e por isso estamos aferrados à Santa Missa.!
Compreendereis talvez melhor agora do que o compreendestes até hoje por que defendemos esta Missa, a realidade do Sacrifício da Missa. Ela é a vida da Igreja e a razão de ser da Encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo. E a razão de ser de nossa existência é unir-nos a Nosso Senhor Jesus Cristo no Sacrifício da Missa. Então, se se quer desnaturar nossa Missa, arrancar-nos de certa forma nosso Sacrifício da Missa, começamos a gritar! Estamos sendo desgarrados e não queremos ser separados do Santo Sacrifício da Missa.!
Eis aqui por que mantemos firmemente nosso Sacrifício da Missa. E estamos persuadidos de que nosso Santo Padre o Papa não o proibiu e não poderá nunca proibir que se celebre o Santo Sacrifício da Missa de sempre. Por outro lado, o Papa São Pio V disse de forma solene e definitiva, que aconteça o que acontecer no futuro não se poderia nunca impedir a um sacerdote a celebração deste Sacrifício da Missa e que todas as excomunhões, todas as suspensões, todas as penas que poderiam sobrevir a um sacerdote pelo fato de celebrar este Santo Sacrifício seriam nulas de pleno direito. Para o porvir: “in futuro, in perpetuum”.!
Por conseguinte, temos a consciência tranquila, aconteça o que acontecer. Se podemos estar com a aparência da desobediência, estamos na realidade da obediência. Eis aqui nossa situação. E convém que a digamos, que a expliquemos, porque somos nós os que continuamos a Igreja. Os que desnaturaram o Sacrifício da Missa, os Sacramentos, nossas orações, os que põem os Direitos do homem no lugar do Decálogo, que transformam nosso Credo, são eles quem estão na realidade da desobediência. Pois bem, isto é o que se faz pelos novos catecismos de hoje. É por isso que sentimos uma pena profunda de não estar em perfeita comunhão com os autores dessas reformas… e o lamentamos infinitamente! Queria imediatamente ir ver Dom Rozier para lhe dizer que estou em perfeita comunhão com ele. Mas me é impossível, se Dom Rozier condena essa Missa que celebramos, poder estar em comunhão com ele, pois esta Missa é a da Igreja. E os que rejeitam esta Missa já não estão em comunhão com a Igreja de sempre.!
É inconcebível que Bispos e sacerdotes que foram ordenados para esta Missa e com esta Missa, que a celebraram durante talvez vinte, trinta anos de sua vida sacerdotal, a persigam agora com um ódio implacável, nos tirem das igrejas, nos obriguem a dizer Missa aqui, ao ar livre, quando estão feitas para serem celebradas, precisamente, nessas igrejas construídas para dizer essas Missas. E, não é verdade que o próprio Dom Rozier disse a um de vós que se fôssemos hereges e cismáticos nos daria igrejas para celebrar nossas Missas? É uma coisa inverossímil. E por conseguinte, se já não estivéssemos em comunhão com a Igreja e fôssemos hereges ou cismáticos, Dom Rozier nos daria igrejas. Assim pois, é evidente que ainda estamos em comunhão com a Igreja.!
Eis aqui uma contradição em sua atitude que os condena. Sabem perfeitamente que estamos na verdade, porque não se pode estar fora da verdade quando se continua o que se fez durante dois mil anos, porque se crê unicamente no que se creu durante dois mil anos. Isto não é possível.
Mais uma vez, devemos repetir esta frase e repeti-la sempre: “Iesus Christus heri, hodie et in saecula”. Se estou com o Jesus Cristo de ontem, estou com o Jesus Cristo de hoje e estou com o Jesus Cristo de amanhã. Não posso estar com o Jesus Cristo de ontem sem estar com Aquele de amanhã. E porque nossa Fé é a do passado o é também a do futuro. Se não estamos com a Fé do passado, não estamos com a Fé do presente, não estamos com a Fé do porvir. Eis aí o que é necessário crer sempre, eis aí o que é necessário manter a todo custo e sem o qual não poderíamos nos salvar.
Peçamos hoje de maneira particular para estes queridos sacerdotes, para este querido Padre, aos Santos protetores do Poitou: em especial, a Santo Hilário, a Santa Radegunda, que tanto amou a Cruz – foi ela quem trouxe aqui, a esta terra da França a primeira relíquia da verdadeira Cruz; ela amava a Cruz e tinha uma grande devoção pelo Sacrifício da Missa – e, finalmente, ao Cardeal Pie que foi um admirável defensor da Fé católica durante o século passado. Peçamos a estes protetores do Poitou que nos concedam a graça de combater sem ódio, sem rancor.!
Não sejamos nunca daqueles que buscam polemizar, desunir e ferir o próximo. Amemo-los de todo coração, mas mantenhamos nossa Fé. Mantenhamos a todo custo a Fé na divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo.!
Peçamos à Santíssima Virgem Maria. Ela não pode não ter tido a fé perfeita na divindade de seu Divino Filho. Ela o amou com todo seu coração. Ela esteve presente no Santo Sacrifício da Cruz. Peçamos a Fé que Ela tinha.!
Em nome do Pai…
Monsenhor Marcel Lefebvre – O Golpe de Mestre de Satanás.

Livros católicos

Ebook cattolici

Bibbia, Vangeli, Catechismo della Chiesa Cattolica, Storia della Chiesa

Dizionari

Preghiera

Classici Cristiani

  • L'imitazione di Cristo di Tommaso da KempisEPUB MOBI HTML
  • L'imitazione di Maria di Edoardo CiccodicolaEPUB MOBI HTML
  • Trattato della vera devozione a Maria di San Luigi Maria Grignion de MontfortEPUB MOBI HTML
  • Il segreto ammirabile del Santo Rosario di San Luigi Maria Grignion de MontfortEPUB MOBI HTML
  • Il grande segreto per diventare santi di San Luigi Maria Grignion de MontfortEPUB MOBI HTML
  • Le Glorie di Maria di Sant'Alfonso Maria de LiguoriEPUB MOBI HTML
  • Del Gran mezzo della preghiera di Sant'Alfonso Maria de LiguoriEPUB MOBI HTML
  • La necessità della preghiera di Sant'Alfonso Maria de LiguoriEPUB MOBI HTML
  • I racconti di un pellegrino russoEPUB MOBI HTML
  • Filotea di San Giovanni di SalesEPUB MOBI HTML
  • I fioretti di San FrancescoEPUB MOBI HTML
  • Storia di un anima di Santa Teresa di LisieuxEPUB MOBI HTML
  • Esercizi Spirituali di Sant'IgnazioEPUB MOBI HTML
  • Trattato della vita spirituale di San Vincenzo FerreriEPUB MOBI HTML
  • Il castello interiore di Santa Teresa d'AvilaEPUB MOBI HTML
  • La nuvoletta del Carmelo di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Maria Ausiliatrice col racconto di alcune grazie di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Maraviglie della Madre di Dio di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Specchio (o salutazione) della Beata Vergine Maria di Corrado da SassoniaEPUB MOBI HTML
  • E' Gesù che passa di San Josemaría Escrivá de BalaguerEPUB MOBI HTML
  • Opera Omnia - San Francesco d'AssisiEPUB MOBI HTML
  • Opera Omnia - Santa Chiara d'AssisiEPUB MOBI HTML
  • Meditazioni della Beata Madre Teresa di CalcuttaEPUB MOBI HTML
  • Madre Mia quanto sei bellaEPUB MOBI HTML
  • Con Maria la vita è bellaEPUB MOBI HTML
  • Con Maria verso GesùEPUB MOBI HTML
  • Il mio ideale Gesù figlio di Maria di p. Emilio NeubertEPUB MOBI HTML
  • L'anticristo di Vladimir Sergeevic SolovievEPUB MOBI HTML
  • Salita del Monte Carmelo di San Giovanni della CroceEPUB MOBI HTML
  • Maria e la sua armataEPUB MOBI HTML

Biografie di santi, Visioni, Profezie, Rivelazioni

  • La Misericordia Divina nella mia anima - Diario di Santa suor Faustina KowalskaEPUB MOBI HTML
  • L'Araldo del Divino Amore di Santa Gertrude di HelftaEPUB MOBI HTML
  • La vita di Maria della Beata Anna Caterina EmmerickEPUB MOBI HTML
  • La Passione di Nostro Signore della Beata Anna Caterina EmmerickEPUB MOBI HTML
  • Le visioni della Beata Anna Caterina EmmerickEPUB MOBI HTML
  • La Mistica Città di Dio di Suor Maria d'AgredaEPUB MOBI HTML
  • I sogni di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • Vita di Santa Margherita Maria Alacoque (scritta da lei stessa)EPUB MOBI HTML
  • I primi nove venerdì del mese - la grande promessaEPUB MOBI HTML
  • Diario di Santa Gemma GalganiEPUB MOBI HTML
  • Il diario della Beata Elisabetta Canori MoraEPUB MOBI HTML
  • Il diario mistico di Camilla BraviEPUB MOBI HTML
  • Diario di Louise Marguerite Claret De La ToucheEPUB MOBI HTML
  • Il libro della Grazia speciale - Rivelazioni di Santa Metilde di HackebornEPUB MOBI HTML
  • Le Rivelazioni di Santa Brigida di SveziaEPUB MOBI HTML
  • Amore per amore: diario di Suor Maria Costanza del Sacro CostatoEPUB MOBI HTML
  • Beata Marietta RubattoEPUB MOBI HTML
  • Beato Bartolo LongoEPUB MOBI HTML
  • Colui che parla dal fuoco - Suor Josefa MenendezEPUB MOBI HTML
  • Così lontani, così vicini - Gli angeli nella vita di Santa Gemma GalganiEPUB MOBI HTML
  • Cristo Gesù nella Beata Alexandrina da BalasarEPUB MOBI HTML
  • Il mistero del Sangue di Cristo - Suor Maria Antonietta PrevedelloEPUB MOBI HTML
  • Santa Gertrude Di Helfta di don Giuseppe TomaselliEPUB MOBI HTML
  • Vita della Serva di Dio Edvige CarboniEPUB MOBI HTML
  • Diario di Edvige CarboniEPUB MOBI HTML
  • Rimanete nel mio amore - Suor Benigna Consolata FerreroEPUB MOBI HTML
  • Il Sacro Cuore e il Sacerdozio. Biografia di Madre Luisa Margherita Claret de la ToucheEPUB MOBI HTML
  • Figlia del dolore Madre di amore - Alexandrina Maria da CostaEPUB MOBI HTML
  • Il piccolo nulla - Vita della Beata Maria di Gesu CrocifissoEPUB MOBI HTML
  • Beata Anna Schaffer: Il misterioso quaderno dei sogniEPUB MOBI HTML
  • Beata Chiara bosattaEPUB MOBI HTML
  • Beata Maria Candida dell'EucaristiaEPUB MOBI HTML
  • Fratel Ettore BoschiniEPUB MOBI HTML
  • Il cuore di Gesù al mondo di Suor Maria Consolata BetroneEPUB MOBI HTML
  • Madre Giuseppina BakhitaEPUB MOBI HTML
  • Beata Maria di Gesù Deluil-MartinyEPUB MOBI HTML
  • Serva di Dio Luigina SinapiEPUB MOBI HTML
  • Marie-Julie JahennyEPUB MOBI HTML
  • Marie Le ValleesEPUB MOBI HTML
  • I SS. Cuori di Gesù e di Maria. La salvezza del mondo, le loro apparizioni, promesse e richiesteEPUB MOBI HTML
  • La testimonianza di Gloria PoloEPUB MOBI HTML
  • Chiara Luce BadanoEPUB MOBI HTML
  • Madre Carolina VenturellaEPUB MOBI HTML
  • Madre SperanzaEPUB MOBI HTML

Novissimi

Patristica

  • Scritti dei primi cristiani (Didachè, Lettera a Diogneto, Papia di Gerapoli)EPUB MOBI HTML
  • I padri apostolici (S.Clemente Romano,S.Ignazio di Antiochia,Il Pastore d'Erma, S.Policarpo di Smirne)EPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Scritti di Sant'AgostinoEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Sant'Agostino, la città di DioEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Sant'Agostino, le confessioniEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Clemente Alessandrino,Sant'Ambrogio, Sant'Anselmo, San Benedetto,San Cirillo di GerusalemmeEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: San Giustino, San Leone Magno, Origene, Cirillo d'Alessandria, San Basilio, Atenagora di Atene, Rufino di Aquileia,Guigo il CertosinoEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: San Giovanni CrisostomoEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: San Gregorio di NissaEPUB MOBI HTML
  • I padri della chiesa: Quinto Settimio Fiorente TertullianoEPUB MOBI HTML
  • I padri del deserto: Evagrio Pontico, Sant'Antonio AbateEPUB MOBI HTML
  • I padri esicasti : La preghiera del Cuore,Gregorio il sinaita,Niceforo il solitario, San Barsanufio e Giovanni, Pseudo MacarioEPUB MOBI HTML

Sacramenti e vita cristiana

Altri libri

  • La Divina Commedia (Inferno, Purgatorio, Paradiso) di Dante AlighieriEPUB MOBI HTML
  • La storia d'Italia di San Giovanni BoscoEPUB MOBI HTML
  • I testimoni di Geova di Don Vigilio Covi