• http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg



  •  

Arquivo do blog

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

O caos geral clama pela intervenção de Nossa Senhora


O caos do mundo indica que a hora de Nossa Senhora está perto
O caos do mundo indica que a hora de Nossa Senhora está perto
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





O futuro só Deus o conhece.

Ninguém poderia razoavelmente surpreender-se se toda a estrutura da atual civilização viesse a desabar fragorosa e tragicamente, num grande banho de sangue.

Partem perigosos foguetes da Coreia do Norte enquanto naves e aviões de guerra americanos giram perto pelo Mar da China. Na Síria prossegue a guerra. O incêndio comunista atinge a Venezuela. A Rússia ameaça, etc., etc.

E há quem pergunte até em livros se é o caso de voltarmos às catacumbas ou nos escondermos num local inacessível.

Mas há uma razão – e não é a única – para se esperar que a Providencia não permitirá que a Santa Igreja seja forçada a voltar às catacumbas por muito tempo.

É que, entre as desolações da época presente, já existe um prenuncio de vitória: a ação por assim dizer visível, da Virgem Santíssima na terra.

Desde Lourdes, desde Fátima, até os dias de hoje, quanto mais a crise universal cresce de ponto, tanto mais as intervenções de Maria Santíssima se tornam numerosas e palpáveis.

Combate-se a devoção a Nossa Senhora, não só fora da Igreja mas – é horrível dize-lo – até em certos meios que são ou se jactam de católicos.