http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

Arquivo do blog

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Não tenho ouro nem prata, mas trago o que mais precioso me foi dado: Jesus Cristo


O Papa afirma que "a juventude é a janela pela qual o futuro entra no mundo”. Francisco proferiu estas palavras no primeiro discurso oficial da visita ao Rio de Janeiro, que começou esta segunda-feira.

Na sede do Governo do Rio, o Palácio Guanabara, o Papa disse que é preciso garantir aos jovens as condições materiais e imateriais para o seu desenvolvimento. As gerações mais velhas, sublinhou, devem transmitir-lhes “valores duradouros”.

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, ouviu também Francisco dizer que “Cristo bota fé no coração dos jovens” e pedir aos mais novos que também eles “botem fé em Cristo”.

“Não tenho ouro nem prata, mas trago o que mais precioso me foi dado: Jesus Cristo”, declarou o Bispo de Roma, que está no Brasil para presidir à Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

Francisco aproveitou a ocasião para agradecer o caloroso e entusiástico acolhimento nas primeiras horas no Rio de Janeiro e endereçou um abraço a todos os brasileiros, "da Amazónia às pampas, das cidades aos vilarejos", e aos jovens que vão marcar presença na Jornada.

“Aprendi que para ter acesso ao povo brasileiro é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração. Por isso, permitam-me que nesta hora possa bater delicadamente a essa porta”, referiu o Papa.

(Fonte: Rádio Renascença

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=115628)