Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

domingo, 12 de julho de 2009

A tentação por si mesma não é má, quando sofrida; é mal, ao contrário, procurá-la e o não recorrer aos meios necessários para superá-la. Conheces a tua fraqueza; sabes que a paixão pode dobrar qualquer um, como o fogo pode dobrar o aço. Expondo-se voluntariamente à tentação,. não poderias receber ajuda da minha Graça, permanecerias sozinho e fraco, e cairias no mal. 'Quem ama o perigo, nele perecerá' (Eclo. 3,27b). Não tentes o Senhor teu Deus com a presunção! Não esqueças que expor-se voluntariamente numa grave ocasião de pecado, sem verdadeira necessidade, constitui já grave culpa. Foges da ocasião imediatamente e, nunca digas: 'até aqui posso chegar... Isto me é licito... Ao berro do precipício pararei!...' Tais sugestões vem de satanás. Mesmo quando decides de parar diante do perigo, dificilmente conseguirás, aumentando a paixão e diminuindo a Graça (em ti), ao teu inimigo restaria senão que dar um sopro e ti fazer escorregar e ti precipitar. O que te ensinas a experiência? e por que não ser 'prudente como a serpente'? (Mt. 10,16).
Do livro: Vita angelica sulla terra. TOMASELLI, Don Giuseppe.