Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Os Papas e a Crise pós-Vaticano II

  O Concílio Vaticano II e seus frutos
Papa Paulo VI


  • (30/6/1968 - Oss. Rom.) "Na Igreja também está reinando uma situação de incerteza. Tem se a sensação, de que por alguma abertura tenha entrado a fumaça de Satanásno Templo de Deus."
  • (07/12/1972 - Oss. Rom.) "A Igreja está passando por uma hora inquieta deautocrítica, que melhor se diria de autodestruição e igual a um transtorno agudo e completo, que ninguém teria esperado após o Concílio. A Igreja parece se suicidar, matar a si mesma."
  • (30/08/1973 - Oss. Rom.) " A divisão e a desregração que infelizmente entrou e não em poucos setores da Igreja."
  • (23/11/1973 - Oss. Rom.) "A abertura ao mundo foi uma verdadeira invasão do pensamento mundano dentro da Igreja. Talvez fomos por demais fracos e imprudentes."
  • (18/07/1975 - Oss. Rom.) "Esperava-se que depois do Concílio haveria um período resplandecente de Sol para a história da Igreja. Pelo contrário, veio um sopro de nuvens, de tempestades e de trevas!"
  • (Em entrevista ao filósofo francês, seu amigo, Jean Guittton) "Neste momento, existe um abalo gravíssimo em questão de fé. Quando o filho do homem voltar, porventura ainda encontrará fé sobre a Terra? Está acontecendo que se publicam livros onde a fé é amesquinhada em pontos importantes. E o episcopado cala-se, e não acha nada de estranho nestes livros. Isto é estranho para mim."
  • (Ao mesmo amigo, Jean Guittton 08/09/1977) "Neste momento há na igreja umagrande inquietação. O que está em questão é a fé! O que me perturba quando considero o mundo católico, é que, dentro do catolicismo, algumas vezes, parecepredominar o pensamento não católico; pode acontecer que este pensamento não católico, dentro do catolicismo, amanhã seja uma força maior na Igreja".

Beato   João Paulo II
  • (07/02/1981 - Oss. Rom.) "É necessário admitir com realismo e sensibilidade, dolorosa e profunda, que hoje uma grande maioria dos cristãos, sente-sedesnorteada, confusa, perplexa, e desiludida. A mãos cheias estão sendo espalhadas idéias contrárias as verdades reveladas, e ensinadas desde sempre. Estão sendo espalhadas heresias verdadeiras contra o credo e a moral, provocando confusão e revoltas. Vai se solapando a liturgia, afundando num relativismo, intelectual e moral; na permissividade; caindo na tentação do ateísmo; agnosticismo, do iluminismo, de uma moral indeterminada, de um cristianismo sociológico, sem dogmas definidos e moral objetiva."
  • (Quinta-feira Santa de 1980): "Queria pedir perdão em meu nome e no de todos vós, no episcopado, por qualquer motivo, por fraqueza humana... que possa ter provocado escândalo e mau estar, acerca da interpretação da doutrina e da veneração de vida para este grande sacramento, a santíssima eucaristia".


    redemptionissacramentum.alumenc.org



    Veja também:



     
    http://catolicostradicionais.blogspot.com/2011/07/os-papas-e-crise-pos-vaticano-ii.html