BEATO CARLO ACUTIS , A EUCARISTIA É A MINHA AUTO -ESTRADA PARA O CÉU

 


Arquivo do blog

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Locuções para o mundo

l Profecia   sobre Israel e a conversão dos judeus l

Esta outra profecia  chega-nos através de um sacerdote da Igreja Católica, absolutamente fidedigno, e que é o  Mons. John Esseff, que foi dirigido espiritualmente pelo Padre Pio e que anos mais tarde se tornou o director espiritual de Madre Teresa de Calcutá.

A versão original inglesa destas profecias pode ser lida em: http://www.locutions.org/



Monsenhor John Esseff e Madre Teresa

O Padre Esseff faz a sua própria apresentação:

“Deixai eu fazer a minha apresentação; eu sou o monsenhor John Esseff, um sacerdote diocesano de Scranton, na Pensilvânia, ordenado em 1953. Em 1959, o Padre Pio tornou-se meu director espiritual. Por muitos anos, eu fui o director espiritual de Madre Teresa de Calcutá. Como um favor que lhe fiz, eu viajei por todo o mundo, dando retiros para as suas irmãs. Acima de tudo, tenho o privilégio de ser director espiritual de centenas de almas, em todas as fases da vida espiritual. Algumas são novatas, outras são avançadas e algumas são místicas.


Durante muitos anos, eu fui director de uma alma especial. Cinco anos atrás, Jesus e Maria começaram a falar com esta alma através do dom de locuções (como descrito por João da Cruz). Estas locuções já somam mais de 800. Discerni a validade destas locuções. Até agora, essas locuções foram ensinamentos pessoais dadas para a pequena comunidade que se reuniu em oração. Começando em 10 de Dezembro de 2010, uma nova fase começou, nomeadamente, algumas locuções eram para ser ditas para o mundo inteiro.


As locuções iniciais são muito especiais, focando-se na visão de Fátima (divulgadas pelo Vaticano em Junho de 2000).”


Visão de Lúcia de Fátima

1 de Janeiro de 2011


Já que as mensagens que se seguem, dizem respeito à visão do Papa que Maria revelou às três crianças de Fátima (13 de Julho de 1917) eu vou colocar aqui a descrição da visão divulgada pelo Vaticano (Junho de 2000).



Pintura naif sobre a Visão da irmã Lúcia


Pintura naif sobre a Visão da irmã Lúcia


E vimos n'uma luz emensa que é Deus: "algo semelhante a como se vêem as pessoas n'um espelho quando lhe passam por diante" um Bispo vestido de Branco "tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre". Varios outros Bispos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no cimo da qual estava uma grande Cruz de troncos toscos como se fôra de sobreiro com a casca; o Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade meia em ruínas, e meio trémulo com andar vacilante, acabrunhado de dôr e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegado ao cimo do monte, prostrado de juelhos aos pés da grande Cruz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam varios tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns trás outros os Bispos Sacerdotes, religiosos e religiosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varias classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n'êles recolhiam o sangue dos Martires e com êle regavam as almas que se aproximavam de Deus.


Nota: Os erros ortográficos, são os contidos no manuscrito original da irmã Lúcia.


Mensagem inicial de Maria 


Em breve vou começar a falar, através de ti, para todo o mundo. Receberás estas palavras como recebeste todas as outras palavras. Vais escrever as palavras e registar as respectivas datas. Vais levar essas palavras ao Monsenhor Esseff, para seu discernimento. Se discernir no seu coração que essas mensagens devem ser liberadas para o mundo inteiro, elas vingarão. Ele vai correctamente dizer que elas estão a ser dadas a uma das almas a quem dá direcção espiritual. O tempo é curto e é por isso que eu te mudei tão depressa.



1. Fiquem de Olho em Israel

4 de Fevereiro de 2011


Jesus

Daqui a quanto tempo é que vai ser? Mantenham o olho em Israel. Este é o centro. Ao manterem o olho em Israel, saberão qual vai ser o tempo. Não exactamente, mas irão ver que está próximo. Quanto maior for o perigo para Israel, mais próximo o tempo estará.


Eu amo Israel e eu amo Jerusalém. Em Jerusalém, eu derramei Meu sangue, redimi o mundo e ressuscitei dos mortos. É uma cidade fechada, selada no meu sangue e no meu Espírito Santo. Ainda mais do que a geografia, eu amo o povo judeu. Eles são o meu povo. Mas os lábios judeus não clamam "Jesus é o nosso Messias". Eu gosto de ouvir essas palavras nos lábios de qualquer pessoa. Mas eu tenho a minha maior alegria quando eu ouvir essas palavras da boca de um judeu e dos lábios de Israel. Esta é a mais profunda esperança do Meu Coração.


Comentário: Nestas locuções Israel toma o lugar central, tanto na linha do tempo quer no Coração de Jesus.


Maria

Eu sou uma filha de Israel, e eu sonhava em Israel reunida em torno do Messias, por quem esperaram tanto tempo.

Mas então, o que Eu experimentei? Eu vi Israel rejeitar o meu Filho, chamá-lo de falso Messias, rejeitarem suas reivindicações e pregá-lo numa cruz. Mas essa foi só a minha primeira tristeza como filha de Israel. Depois que Ele ressuscitou dos mortos e os apóstolos começaram a pregar, eu tive novas esperanças. Certamente agora, Israel aceitaria meu filho como Messias. Em vez disso, Eu experimentei uma segunda rejeição. O Meu próprio povo não O aceitou como seu Messias. Por duas vezes, eu tive o coração partido. Por duas vezes, eles rejeitaram Jesus como Messias. Mas isso não vai acontecer uma terceira vez. Estou ansiosa pelo dia em que todo o Israel vai proclamar o Meu Filho como Messias.


O momento de maior escuridão é o momento antes da maior luz. No exacto momento em que parecer que Israel será destruído é o momento em que vou salvar Israel e todos proclamarão que Jesus é o Messias. Eu revelei a mais profunda das tristezas do Meu Coração.


Comentário: A tristeza de Maria por duas vezes, traz a promessa de que desta vez o resultado será diferente. O momento de maior escuridão para Israel será o momento em que Maria resgata Israel.


2. Vendo o futuro de Israel

7 de Fevereiro de 2011


Jesus


Enquanto eu estava na mesa da Última Ceia, vi Israel. Toda a sua futura história se desenrolou diante de mim, a destruição da cidade pelos romanos, a dispersão de Israel em todo o mundo e o momento em que o povo judeu seria convidado a voltar, como o Estado de Israel foi formado. Quando eles voltaram, todos se alegraram. No entanto, eles colocam sua confiança na sua própria força, como os seus antepassados tinham feito. Eles construíram armas de guerra e se alegraram com essas armas. Eles estavam no caminho errado, sendo conduzidos por um caminho que levava às mãos de seus inimigos, em vez de se recolherem na segurança de meus braços. Agora, os seus inimigos reuniram forças e a maré está mudando. A sua protecção afasta-se deles. Há terror em todos os lados e mesmo assim eles não se voltam para Mim.


Séculos atrás, o Pai interveio em seu nome e enviou-me, esperando que todo Israel Me proclamasse como Messias. Mas eles mataram-Me. O que vai o Pai fazer agora? Ele não pode enviar-Me de novo para morrer. Então, Ele vai enviar meu Vigário, o Papa.


O Papa vai entrar em Jerusalém como Eu entrei. A cidade já terá sofrido muito e Israel vai começar a desesperar, imaginando o que pode ser feito. Então essa figura vestida de branco virá, enviada pelo Pai, assim como Ele Me enviou. Ele virá para salvar Israel, como eu vim. Ele também vai morrer em Jerusalém, mas sua morte vai ter um profundo efeito sobre o mundo inteiro. Pois o mundo inteiro vai chorar a sua morte e sua morte vai abençoar Israel. Porque revelo Eu estas coisas agora? Porque os trago Eu para o centro do mistério tão depressa? Porque o tempo é curto. Os eventos estão perto. Eles não estão muito longe.


Comentário: Jesus descreve o que aconteceu desde que o Estado de Israel foi formado e porque agora é vítima de tantos inimigos. O mais importante, o Santo Padre vai a Jerusalém, morre ali, e uma série de eventos, que salvam Israel, começam.


3. O Papa morre em Jerusalém

9 de Fevereiro de 2011



Jesus

A Igreja saiu de Israel, como uma criança gerada por uma mãe, mas Israel começou a rejeitar o seu próprio filho. O solo rejeitou o fruto que ela tinha gerado. Depois veio o mais triste de todos os tempos. Israel e a Igreja foram separados. Agora, eles se apresentam como grupos distintos. A mãe rejeitou a criança e o solo rejeitou as raízes que deviam ter ficado dentro dele.


Pedro era o apóstolo para os judeus e Paulo sempre pregou primeiro nas sinagogas. A palavra foi pregada e as raízes tentaram entrar mais profundamente no solo. No entanto, não podiam perfurar a sua resistência. Sem raízes mais profundas, a planta não pode ficar muito tempo no seu solo original.


No entanto, quando a escuridão vier e Israel estiver em perigo, haverá um novo momento. O Papa, o chefe da Igreja Católica, vai a Israel na sua hora mais escura e dará a sua vida por Israel. Os olhos de muitos judeus abrir-seão. Eles dirão: "Nós fomos salvos pela Igreja Católica". O solo será aberto e receptivo novamente para a semente original. A Minha Igreja e o Meu povo Judeu serão unidos como eu quis que eles fossem durante séculos.


Sendo as raízes da Igreja uma vez mais colocadas no seu solo judaico original, as outras divisões das igrejas serão curadas porque aconteceram devido a esta primeira divisão entre a Igreja e a Sinagoga.


Vai ficar claro para todas as Igrejas cristãs de que há um novo chamamento à unidade, um chamamento à unidade nas raízes e no coração.


As Igrejas vão ver o que elas nunca viram e fazer o que elas achavam que nunca fariam. Vendo a união de Israel e da Igreja Católica, eles vão dizer: "Temos que ser um". Todas as barreiras para a unidade, colocadas ao longo dos séculos, serão varridas num sopro do Espírito.


Haverá a colheita profetizada por Isaías. Todas as riquezas das nações virão até Israel. Esta será a verdadeira riqueza, a riqueza espiritual de todas as Igrejas reunindo-se como um, em Jerusalém, com Israel e a Igreja Católica. A Minha prece será cumprida, de que todos fossem um, como o Pai e eu somos um.


Além disso, o mundo verá algo bem diferente, que nunca terá visto. Eles vão ver as Igrejas unidas e todas as Igrejas unidas com Israel. O mundo irá experimentar um poderoso chamamento para sair da escuridão. A Igreja e Israel serão uma luz para todas as nações. A luz não será diminuída ou encoberta por divisões das Igrejas ou divisões entre as Igrejas e Israel. O mundo não será capaz de escapar ao convite. A unidade será colocada diante deles, convidando-os a aceitarem-Me como Senhor.


Comentário: Isto é extraordinário. A morte sacrificial do Papa leva a uma completa união entre Israel e a Igreja Católica, que leva a uma união de todo o cristianismo, plantada novamente no solo de Israel. Este maior testemunho vai confrontar o mundo com um convite mais forte para aceitar Jesus Cristo como Senhor.



Maria

Um momento virá em que Eu vou levar o meu filho amado, o Papa. Eu caminharei com ele até Jerusalém. Pela segunda vez eu vou a Jerusalém para testemunhar a morte de um filho.


Quando isso acontecer, os olhos do povo judeu irão ver pela primeira vez. Eles vão ver na morte do Papa o que a Igreja Católica tem feito por eles. Não haverá nenhum erro sobre qual Igreja os tem abençoado, porque terá sido feito pelo chefe da Igreja e pelo maior dos sacrifícios. Israel irá abraçar a Igreja Católica.


Todos os católicos vão acolher Israel, porque todos terão visto a decisão do Santo Padre (o bispo vestido de branco) para oferecer a sua vida por Israel. A união entre a Igreja Católica e Israel será uma união de corações, trazida pelos acontecimentos que o mundo inteiro terá visto e nunca poderá esquecer.


Comentário: Por morte do Papa, os olhos de Israel serão abertos para a Igreja Católica e como os corações dos católicos serão abertos para Israel. Ambos acontecerão a partir do mesmo evento.


Estas locuções têm agora várias partes:


Locuções para o mundo (Janeiro de 2011 a 11 de Julho de 2012)


Outras Locuções (13 de Julho de 2012 a presente)


Elas estão agora publicadas até 27 de Fevereiro, 2013



Sumário dos Eventos Mundiais nas Locuções


(Nota: Ao longo destes dois anos, eu não publiquei algumas locuções que falaram de eventos mundiais. Agora, uma imagem emergiu e que é melhor descrita pelo seguinte resumo onde eu uso o verbo "ser" para significar uma profecia que já se cumpriu, e o verbo "vai" para se referir a algum evento futuro).


O Sinal inicial


Em Dezembro de 2010, um claro sinal foi profetizado. Depois disto, as locuções iriam começar. "Um país passará da luz à escuridão, durante uma noite". Isso foi cumprido duas semanas depois com a revolução egípcia. Desde então, as locuções têm dito o seguinte:


1. A revolução egípcia foi causada por Satanás, que sempre usa os desejos das pessoas (mesmo os legítimos) para seus objectivos. Por outras palavras, Satanás usou os legítimos desejos de se libertar de um ditador para o seu objectivo de desestabilizar o Egipto.


2. O verdadeiro objectivo de Satanás é revelado apenas mais tarde, quando já é tarde demais para reverter os acontecimentos.


3. Seu objectivo era estabelecer a Irmandade Muçulmana no poder no Egipto.


4. Desta forma, um anel de protecção ao redor de Israel seria desmantelado (ou seja, o Egipto não mais seria amigável para com Israel).


5. As revoluções do Egipto e da Líbia não eram o ponto de inflexão. Eles eram fogos contidos em seus próprios países.


6. A revolução importante seria na Síria. Essa revolução seria mais violenta e iria durar muito mais tempo. Por causa do seu tamanho e violência muitos muros contra o mal seriam demolidos.


7. Embora o Médio Oriente tivesse muitos grupos malignos, este poder do mal foi limitado porque os grupos não estavam ligados.


8. A revolta síria foi uma nova etapa. Com os muros demolidos, as diferentes forças de terroristas muçulmanos se uniriam. Deste modo, as fronteiras nacionais teriam menos significado e menos força. O terrorismo estaria unido em todo o Médio Oriente.


9. Porque o presidente Obama alterou deliberadamente o papel dos EUA na região, todos os envolvidos no terrorismo sabiam que eles não precisavam se preocupar com a intervenção americana.


10. Esses terroristas iriam experimentar uma grande onda de entusiasmo, acreditando que todo governo estável pode ser derrubado.


11. Revoluções e destruição são meios de Satanás para despedaçar qualquer tipo de governo estável.


12. Esses terroristas, encorajados por seus sucessos na Síria, vão querer fazer o mesmo no Afeganistão e no Paquistão.


13. O fracasso do presidente Obama em dar resposta, significa que o calendário de Satanás é antecipado. Os seus eventos planeados vão acontecer mais cedo do que o esperado. Os terroristas tomam consciência que os seus objectivos, que pareciam distantes, estão muito mais próximos.


14. O objectivo desta violência satânica no Médio Oriente é destruir Jerusalém.


15. Jerusalém é o centro do plano de Deus. Ele vai usar aquela cidade venerada por Israel, Catolicismo e Protestantismo, para unir as três religiões e iniciar uma era especial de unidade religiosa e evangelização mundial.


16. O evento importante será o Papa ir ser morto em Jerusalém, assim como o evento importante foi a crucificação de Jesus em Jerusalém.


17. Este martírio é o cumprimento do Terceiro Segredo de Fátima (conforme descrito nas primeiras locuções - Janeiro de 2011).


Monsenhor John Esseff