http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

CONSERVAR O DEPÓSITO DA FÉ

 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...
 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...

Arquivo do blog

domingo, 1 de setembro de 2013

La Messe attestée comme Sacrifice chez les Pères de l'église


LE SAINT SACRIFICE DE LA MESSE DEUXIEME PARTIE



  • LE SAINT SACRIFICE DE LA MESSE DEUXIEME PARTIE
  • La Messe attestée comme Sacrifice chez les Pères d...
  • L'excellence du sacrifice de la messe
  • L’immense profit et les trésors innombrables que n...
  • BIBLIOGRAFIA SOBRE A SANTA MISSA E BENTO XVI
  • Chi è, allora, che disobbedisce al Concilio ?
  • "Non sembrava un uomo di Chiesa" è davvero un elog...
  • Ma dov'è la primavera del Concilio? Dove sono i su...
  • O Concílio Vaticano II, uma história nunca escrita...
  • Bishop Athanasius Schneider celebrated a Solemn Po...
  • Obispo de Córdoba oficiará Misa tradicional .Pere...
  • Forma extraordinária: ordenação diaconal do Diác. ...
  • Monseñor don Nicola Bux ofició la Santa Misa tradi...
  • Para S. Pío X el modernismo era la síntesis de tod...
  • HOJE É A FESTA DE S. PIO X
  • S. Pio X nutrì il gregge con la vera dottrina
  • Chi è contro la liturgia del Concilio è fuori dall...
  • ST. PIUS X AND THE PRIEST
  • San Gregorio Magno, papa e dottore della Chiesa (m...
  • UNA PUNTUALE BIOGRAFIA DI DON DIVO BARSOTTI

  • La Messe attestée comme Sacrifice chez les Pères de l'église





    La Messe attestée comme Sacrifice chez les Pères de l'église

    Textes réunis par le Père René Lapointe, omi.



    « Une grande victoire est faite d’une foule de petites victoires que l’on remporte sans gloire ». (André Gide)

    LA MESSE EST UN SACRIFICE
    textes choisis


    « Le Christ n’a-t-il pas été offert en sacrifice une fois pour toutes dans sa propre personne ? Et cependant, n’est-il pas quand même offert en sacrifice dans le sacrement ? Et cela, non seulement lors de la fête de Pâques, mais tous les jours, dans nos églises ? De telle sorte qu’un homme auquel on aurait posé la question et qui répondrait que le Christ est offert en sacrifice à la messe ne ferait que dire la stricte vérité. » (Saint Augustin, 354-430, lettre XCVIII) lire...