http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

CONSERVAR O DEPÓSITO DA FÉ

 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...
 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...

Arquivo do blog

sábado, 10 de janeiro de 2015

Cardinal Ratzinger celebrating the Traditional Latin Mass. . 1995, il card. Ratzinger, oggi papa Benedetto XVI, celebra in rito tridentino al Barroux. Joseph Kardinal Ratzinger Wigratzbad IV 1990.


Cardinal Ratzinger celebrating the Traditional Latin Mass. . 1995, il card. Ratzinger, oggi papa Benedetto XVI, celebra in rito tridentino al Barroux. Joseph Kardinal Ratzinger Wigratzbad IV 1990.


Cardinal Ratzinger celebrating the Traditional Latin Mass.

1995, il card. Ratzinger, oggi papa Benedetto XVI, celebra
in rito tridentino al Barroux


"The Latin Mass" IV 4, 1995, pp. 10-14, pubblica un articolo di Jeffrey Rubin dal titolo Louder Than Words: "più forte delle parole", celebrando la messa tridentina in uno dei santuari del cattolicesimo tradizionale di Francia, il prefetto della fede manda un messagio ai tradizionalisti.
Dal 22 al 24 settembre 1995 - scrive Rubin - il card. Joseph Ratzinger ha visitato l'abbazia di Ste. Madeleine del Barroux in Francia, dove nella straordinaria chiesa abbaziale costruita dai monaci negli anni novanta in stile romanico, ha celebrato la messa pontificale secondo il rito tridentino o romano antico domenica 24.
Un'altra messa tridentina era stata officiata da Ratzinger sabato 23 nella vicina abbazia delle monache benedettine (Abbaye Notre-Dame de l'Annonciation du Barroux).
Il Cardinale non ha rilasciato interviste, nelle due omelie pronunciate ha trattato aspetti rilevanti, tratti dal tesoro della dottrina della Chiesa. "Questo è il modo usato da Roma - ha dichiarato un monaco - per dirci che ci approvano". A fronte del silenzio stampa, le riprese alle due messe del Cardinale erano non solo permesse, ma incoraggiate, con l'aspettativa che una foto del prefetto della Dottrina della fede mentre celebra la messa tridentina apparisse in copertina di "Latin Mass" e di altre pubblicazioni analoghe.
Un tale atto pubblico dice ben di più che le parole dell'atteggiamento del Vaticano verso i tradizionalisti.
Il Cardinale era accompagnato dal segretario della Commissione Ecclesia Dei mons. Camille Perl. Presenti alla messa i rappresentanti di numerose comunità religiose tradizionaliste ovvero di orientamento tradizionale, come mons. Gilles Wach, superiore dell'Istituto di Cristo Re Sommo Sacerdote; la Madre superiora delle domenicane tradizionaliste dello Spirito Santo di Pontcalec; diversi sacerdoti della Fraternità San Pietro (nel cui seminario in Germania il card. Ratzinger ha celebrato la messa tradizionale nel 1990 [cfr.www.fssp.org/album/VS1990W/index.htm, ndr]); superiori e membri dell'Abbazia Notre Dame de Fontgombeault.
Presente anche mons. Raymond Seguy, vescovo della vicina diocesi di Autun, trattenutosi al Barroux per la messa del card. Ratzinger dopo aver ordinato due giorni prima alcuni sacerdoti, diaconi e suddiaconi della comunità benedettina.
Il Cardinale, al pranzo seguito al pontificale, ha detto alla comunità: "con tutti gli attacchi contro la fede" che vengono da fuori e da dentro la Chiesa è stata una "consolazione", "una grande gioia" visitare il monastero del Barroux, dove l'antica messa, l'antica disciplina e l'antica fede sono del pari difese e custodite.


LINK UTILI

Joseph Kardinal Ratzinger
Wigratzbad IV 1990











Lo sviluppo organico della liturgia, di Joseph Ratzinger (30Giorni 12/2004)
Versus Deum per Iesum Christum, del cardinale Joseph Ratzinger (30Giorni 3/2004)
Joseph Ratzinger, Prefazione alla ristampa del Messale Romano ed. 1962 latino-francese pubblicata dai monaci benedettini dell'abbazia del Barroux
Lettera del prof. dott. Joseph Ratzinger al prof. dott. Wolfgang Waldstein del 14 dicembre 1976 (Chiesa Viva n° 140, 1984)