Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Hoje celebra-se a festa litúrgica dos Beatos Francisco e Jacinta Marto.


BEATOS FRANCISCO E JACINTA MARTO

Estas crianças, com sua prima Lúcia, tiveram a dita de ser agraciadas com a palavra e o olhar de Maria na Cova da Iria. Passados todos estes anos a voz e o testemunho destas crianças pobres e humildes continua a ecoar forte por todo o mundo.
É curioso constatar como a mensagem da Senhora na simples linguagem das crianças se impôs desde logo, e até aos nossos dias, à própria Igreja.
O fenómeno “Fátima” nunca foi proclamado como dogma da Fé Católica contudo, ele é sinal de fé por si mesmo.
A oração e a penitência, como caminho para alcançar o perdão dos pecados, a conversão da Rússia e a paz no mundo foram mais fortes que todas as politicas, sociologias e filosofias, foram mais fortes que Governadores, Padres e Bispos porque de Deus veio a força para que a verdade da fé, revelada aos pastorinhos e mostrada em acção milagrosa a treze de Outubro de 1917, chegasse a todos os cantos do mundo.
E Fátima é proclamado por Paulo VI como o "Altar do mundo".
E não podemos esquecer que o é defacto.
Aqui a Mãe do céu tem um cantinho muito especial e nós o sentimos de uma forma tão profunda. João Paulo II, após ter sido salvo daquele atentado, reclama a vida a partir da oração feita em Fátima, da força que só uma mensagem transmitida há tantos anos às crianças poderia ter no processo da sua vida.
Não precisamos recordar aqui as marcas deixadas, por João Paulo II, na Cova da Iria e espalhada por todo o mundo.Diz a Bíblia que “da boca das crianças sai o louvor perfeito”. Pois da boca e do coração de Francisco, Jacinta e Lúcia saiu mais que o louvor perfeito, saiu a manifesta preocupação do coração de Deus para com os povos seus filhos muito amados, povos desavindos, povos pecadores, povos sem fé.
Os pastorinhos da Cova da Iria tornam-se os profetas do nosso tempo, por Maria, a Senhora do Rosário, recebem a graça de ser escolhidos para anuncia Boa Nova de esperança e paz para todos os povos.
Ao Beatificar o Francisco e a Jacinta a Igreja permite que se lhes preste culto como a Bem-aventurados. E ultimamente nos alegrou a notícia de que o Santo Padre quer avançar com o processo da Beatificação de Lúcia.
Aqui fica a marcar este dia litúrgico uma pequena resenha histórica dos Beatos Francisco e Jacinta e uma oração que retirei de dois sites, que identifico.

Francisco Marto nasceu em Aljustrel, Fátima, no dia 11 de Junho de 1908, e sua irmã Jacinta Marto nasceu na mesma localidade, no dia 11 de Março de 1910. Na sua humilde família aprenderam a conhecer e louvar a Deus e a Virgem Maria. Em 1916 viram três vezes um Anjo e em 1917 seis vezes a Santíssima Virgem que os exortavam a rezar e a fazer penitência pela remissão dos pecados, para obter a conversão dos pecadores e a paz para o mundo. Ambos quiseram imediatamente responder com todas as suas forças a estas exortações. Inflamados cada vez mais no amor a Deus e às almas, tinham uma só aspiração: rezar e sofrer de acordo com os pedidos do Anjo e da Virgem Maria. Francisco faleceu no dia 4 de Abril de 1919 e Jacinta no dia 20 de Fevereiro de 1920. O papa João Paulo II deslocou-se a Fátima no dia 13 de Maio de 2000 para beatificar as duas primeiras crianças não mártires.(http://www.ecclesia.pt/)

ORAÇÃO

Jacinta e Francisco, Pastorinhos de Fátima, queremos aprender convosco o caminho que nos leva a uma vida de verdadeira união com Jesus.Ensina-nos Jacinta, a amar os outros com todo o nosso coração,a reconhecer neles o Amor de Deus e a dar a vida para que nenhum se perca.Ensina-nos a desejar tão intensamente como tu a conversão dos pecadores,a começar por cada um de nós.Ensina-nos, Francisco, o teu enorme amor, fiel e silencioso, por Jesus.Faz-nos desejar cada vez mais a sua companhia na oração e identificar-noscom a dor do seu Coração ferido pela ingratidão dos homens.Pastorinhos de Fátima, pela vossa mão queremos entrar cada vez mais no coração de Maria, nosso refúgio, que nos há de conduzir até Deus.

Ámen.