Don Divo Barsotti

Arquivo do blog

sexta-feira, 10 de maio de 2019

A LUTA CONTRA O DIABO



Do capítulo "Era uma vez no deserto" do livro "Padre Pio, Santo Eremita" do Padre Serafino e Alessandro Gnocchi

"Um elemento de imediata semelhança com os Padres do deserto, é em Padre Pio  a luta contra as forças do mal. 
Todos os cristãos são chamados a repelir os ataques do Príncipe das Trevas, mas há alguns que parece são mais   do que outros. Não é que o desejem, por caridade; é o próprio diabo que os percebe e os ataca. 
Aliás, a melhor prova da existência do diabo não são os possuídos que precisam do exorcista, mas os santos. Basta que alguém se ponha a caminho da santidade, e o "leão ruidoso" tira a corrente (literalmente: ele se liberta) e se lança sobre o infeliz. Deus permite isso, tanto para que a pessoa possa ser fortalecida na fé e na oração, mas também para manifestar a sua vitória sobre o mal. [..]

A luta do Padre Pio contra os poderes do mal é clamorosa. 
Escreveu ao diretor espiritual em 13 de fevereiro de 1913 [...].
"Eu sofro, é verdade, mas gosto muito. Sinto a necessidade de me oferecer ao Senhor como vítima pelos pobres pecadores e pelas almas do purgatório. Este desejo tornou-se uma forte paixão por mim. Eu me ofereci ao Senhor várias vezes, implorando-lhe que derramasse sobre mim os castigos que estão preparados sobre os pecadores e as almas do purgatório, mesmo centuplicando-as   sobre mim, desde que  converta e salve os pecadores e logo admita ao Paraíso as almas do Purgatório.