Arquivo do blog

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O Papa confunde muitos Bispos. Porque joga em muitos níveis e muitas vezes também se contradiz.

 É a conclusão de Sandro Magister, que há 40 anos segue de perto os acontecimentos do Vaticano.

magisterSandro Magister, entrevistado por Goffredo Pistelli - Italia Oggi, 13 de Novembro de 2014 | Tradução: Fabiano Rollim – Fratres in Unum.comEste ano Sandro Magister celebra 40 anos como jornalista no Vaticano. Seus primeiros artigos na L’Espresso datam de 1974. E atualmente, nas colunas e também no site daquela revista semanal, continua a reportar notícias do Vaticano e da Igreja, com tudo muito bem documentado e sem se curvar a ninguém.
Nascido em 1943, natural de Busto Arsizio, graduado em filosofia e teologia pela “Cattolica”, Magister acompanhou muitos pontífices romanos. Em relação ao último, o papa Francisco, seus artigos distinguem-no da maioria dos jornalistas vaticanos por observar sem hesitações as contradições existentes.
* * *
Pistelli: Magister, o Papa Bergoglio nos últimos meses vem gozando de sucesso mundial, mas algumas de suas decisões têm dado o que pensar. Por exemplo, ele que costuma apresentar-se apenas como Bispo de Roma, no Sínodo sobre a Família evocou cânones do Código de Direito Canônico que reivindicam o poder petrino. 
Magister: É verdade, em seu discurso de encerramento.