Arquivo do blog

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Roberto de Mattei O Concílio Vaticano II Uma história nunca escrita

 



Roberto de Mattei
O Concílio Vaticano II
Uma história nunca escrita
Cinquenta anos volvidos sobre o concílio, o historiador Roberto de Mattei tenta recolher os dados necessários para uma história sobre o mesmo que ainda não tinha sido contada.
É esta a nova proposta da editora Caminhos Romanos.
O Concílio Ecuménico Vaticano II, o vigésimo primeiro na História da Igreja, foi inaugurado por João XXIII, a 11 de Outubro de 1962, e encerrado por Paulo VI, a 8 de Dezembro de 1965. Não obstante as expectativas e esperanças de muitos, a época que se lhe seguiu não representou para a Igreja uma “Primavera” ou um “Pentecostes”, mas, como reconheceram o próprio Paulo VI e os seus sucessores, um período de crises e dificuldades, nomeadamente nos âmbitos doutrinal e litúrgico, mas não só. Esta é uma das razões pelas quais se abriu uma viva discussão hermenêutica, na qual se inseriu, já enquanto cardeal, e sobressai hoje, a autorizada voz do Papa Bento XVI, que veio convidar a ler os textos do Concílio à luz da Tradição da Igreja.
Para o debate em curso, Roberto de Mattei oferece o contributo não do teólogo mas do historiador, através de uma rigorosa reconstrução do evento, das suas raízes e consequências, baseada sobretudo em documentos de arquivos, diários, correspondências e testemunhos daqueles que foram os seus protagonistas. Deste quadro, assim documentado e apaixonante, emerge «uma história nunca escrita» do Concílio Vaticano II, que nos ajuda a compreender não só os acontecimentos de ontem, mas também os problemas religiosos na Igreja de hoje.
Edição e encomendas:
Caminhos Romanos - Unipessoal, Lda.
Rua de Pedro Escobar, 90 r/c 4150-596 Porto
Telefone e fax: 220 110 532 Telemóvel: 936 364 150
PVP: 25 € (IVA incluído)
Não cobramos portes de correio
Pagamento: - Transferência bancária (NIB: 0033 0000 4531 6998 933 05)
- Cheque à ordem de: “Caminhos Romanos”
- Envio contra reembolso