http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

CONSERVAR O DEPÓSITO DA FÉ

 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...
 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...

Arquivo do blog

sábado, 5 de julho de 2014

S. E. Mons. Marc Aillet, obispo de Bayona, Oloron y Lescat, ofició la solemne Santa Misa Tridentina Pontifical y confirió el sacramento del Orden Sacerdotal, en el Rito Romano antiguo, a tres diáconos de la Fraternidad Sacerdotal de San Pedro.

Santa Misa Tridentina Pontifical y Ordenaciones Sacerdotales en el Rito Romano antiguo por primera vez en más de cuarenta años en la catedral de Chartres (Francia)





En la mañana de ayer, sábado 28 de junio, Víspera de la solemnidad de los Santos Apóstoles Pedro y Pablo, S. E. Mons. Marc Aillet, obispo de Bayona, Oloron y Lescat, ofició la solemne Santa Misa Tridentina Pontifical y confirió el sacramento del Orden Sacerdotal, en el Rito Romano antiguo, a tres diáconos de la Fraternidad Sacerdotal de San Pedro, los ya sacerdotes: P. Jean de Massia, Fssp, P. Olivier de Nedde, Fssp, y P. Thibault Paris, Fssp. El Rvdo. P. John Berg, Superior de la Fraternidad de San Pedro, fue presbítero asistente. Es la primera vez que se realiza una ordenación en la Forma Extraordinaria del Rito Romano en la catedral de Chartres -que actualmente está siendo restaurada- desde la reforma litúrgica de Pablo VI. A la ceremonia asistió más de un millar de fieles y también más de un centenar de sacerdotes, así como el Rvdo. P. Dominique de St-Laumer, Prior de la Fraternidad San Vicente Ferrer; Dom Louis-Marie, Abad de Barroux; y Dom Corau, Abad de Triors. Las fotografías fueron publicadas ayer por el Seminario de San Pedro de la FSSP en Wigratzbad, y he completado este reportaje fotográfico con algunas fotos más tomadas por D. François N. y la Schola Santa Cecilia.
CATHOLICVS