Arquivo do blog

quarta-feira, 8 de março de 2017

Jesus : Meu filho, vejo com tanta gratidão os teus esforços! Eu estou aqui, à espera no sacrário, para te agradecer e para te dar coragem.

Resultado de imagem para sacred heart of jesus

1 de Setembro de 2003

Jesus

Meu filho, vejo com tanta gratidão os teus esforços! Eu estou aqui, à espera no sacrário, para te agradecer e para te dar coragem. Tu estás a tentar servir-Me na tua vida e nem sempre é fácil fazê-lo. Tu continuarás a lutar contra as atracções e as distracções do mundo, até que exista uma união ou abandono completo. Esta situação cria em ti um conflito, porque Eu te estou a chamar numa outra direcção. Este conflito faz com que te sintas desencorajado, Meu querido filho, mas não permitas um tal sentimento. Não existe crescimento sem algum desconforto. Por isso, quando te sentires pouco à vontade e tiveres saudades dos velhos hábitos, lembra-te de que usavas esses hábitos para te consolar do vazio da tua vida.
Agora, Eu estou a encher esse vazio, por isso já não precisas de te apoiar nessas coisas. Os hábitos ou as dependências do mundo não te tornavam feliz, Minha pequenina alma. Sem Mim, sentias preocupação e amargura. Agora, Comigo, estás a começar a sentir uma verdadeira paz, a paz que vem do Céu. Isto é um sinal de que a tua alma está a dirigir os movimentos e as acções do teu corpo, e é assim, aliás, que o homem deve viver. O corpo está sob o teu domínio, ou sob o domínio da tua alma, e a tua alma, a tua alma preciosa e insubstituível,   está sob o Meu domínio. Desta forma, neste pequenino canto que é a tua alma, o mundo está como deveria estar. Tu pertences-Me, Meu filho, e Eu defendi-te com todas as forças, apesar da tua indiferença temporária em relação a Mim.

Vamos continuar a avançar, agora no nosso movimento em direcção à união. Poderás sentir-te a avançar muito rapidamente nestas questões espirituais. Não tenhas medo desta pressa, porque sou Eu quem está a imprimir a velocidade a que preciso que tu avances. Nos dias passados, talvez a tua conversão tivesse sido mais suave e mais fácil. Neste momento não é o que Eu quero, nem aquilo de que Eu necessito. Preciso que os Meus soldados fiquem prontos rapidamente. Porque Eu sou Deus, e porque todas as obras criadas se inclinam perante Mim, posso fazê-lo com uma alma como a tua que Me procura assistir e agradar.

Meu filho, nunca tenhas medo da santidade. Quando tiveres dúvidas, olha para o teu dever e mantém-te calmo até que seja Meu desejo eliminar as tuas dúvidas. Em alguns momentos terás de carregar pequenas cruzes de medo e dúvida, mas, mais uma vez, tudo isto são para ti ocasiões para te exercitares, e estes pequenos exercícios são bons para a tua alma.
Faz, durante os teus dias, pequenos actos de fé em Mim, e as dúvidas perderão o seu poder de te distrair do Meu serviço.   Eu estou convosco, pequenas almas, e já discutimos exactamente o que Eu quero dizer quando vos digo isto.

Vós estais Comigo, e nós avançamos juntos e com determinação nas vossas vidas. Procurai as oportunidades de Me servirdes nas pessoas que Eu coloco no vosso caminho. Se sentirdes que Eu preciso de vós para assistirdes uma alma, deixai a serenidade descer sobre vós, enquanto Eu coloco as devidas inspirações no vosso coração e na vossa mente. Podereis então responder à necessidade que essa alma tem de Mim, e a Minha palavra, a Minha presença, farão o seu efeito. Querida pequenina alma, tão disposta a Servir-Me, consegues imaginar como seria o mundo se apenas um pequeno número começasse a viver desta forma? O mundo mudaria, e é o que Eu estou a tentar conseguir. Fica em paz. O teu Deus está contente.

Imagem relacionada

2 de Setembro de 2003
Jesus
Quero que os Meus filhos estejam em paz. Vós já o sabeis, Meus filhos, tantas foram as vezes que vo-lo disse. Hoje, vou ensinar-vos como manter a paz nos vossos corações em todos os momentos. Meus filhos, quando um pai ou uma mãe embala um filho e canta uma canção de embalar, a criança sabe o que é a paz e, tanto assim é, que muitas vezes a criança fecha os seus olhinhos e cai sem esforço num sono sossegado.
Meus filhos, Eu estou a pegar em vós nos Meus braços. Eu estou a embalar-vos suavemente, muitas vezes, durante o vosso dia; quero que pareis o que estiverdes a fazer durante um breve momento, e que fecheis os vossos olhos. Durante um momento vou serenar a vossa alma com este mesmo carinho e, mesmo que seja por um só momento, sabereis o que é o sono da paz. Tereis plena consciência dos vossos sentidos, sim, mas a vossa alma descansará em completa união Comigo, e todo o vosso ser ficará restaurado e reencontrará o seu equilíbrio. Meus filhos, é assim que Eu tenciono manter-vos em paz.

Nada deveis temer, nem mesmo a morte. Porque é que a morte haveria de assustar uma alma que está destinada a passar a eternidade Comigo? Estarás simplesmente a regressar a casa, Meu filho, e os breves momentos da morte são quase que um tempo de transição  praticamente instantâneo. Não, não temas a morte. Isso distrair-te-á da vida, e Nós não queremos distracções a desviarem-te do cumprimento dos teus deveres na terra.
Meus filhos, procurais ficar Comigo durante todo o vosso dia? Lembrai-vos que vos estais a exercitar e a tentar tomar consciência da Minha presença e daquilo que Eu diria. Perguntais-Me muitas vezes o que Eu gostaria que fizésseis.

É assim que se deve proceder, Meus filhos. Vedes as mudanças que Eu estou a fazer na vossa alma? Vedes a diferença na forma como olhais para os vossos irmãos e irmãs? Compreendeis agora que estou a fazer estas mudanças e que podeis confiar em Mim, porque Eu mantenho a Minha palavra. Estamos a fazer progressos, Meu filho, e isso agrada-Me. Cada vez que uma alma se aproxima de Mim em atitude de confiança, este mundo transforma-se um pouco. Quero que sintas alegria, Meu filho. O teu mundo não está em paz, mas tu tens de estar. Estou a colocar paz nas vossas almas, e o mundo irá obter essa paz através de vós, da mesma forma que um bebé vai buscar alimento à sua mãe. É por isso que vos peço para virdes até Mim, muitas vezes, durante o vosso dia. À medida que o mundo for buscando a paz para acalmar a sua terrível inquietação, Eu colocarei mais paz dentro de vós.

Por isso não vos preocupeis ou não vos inquieteis porque o mundo   vos tira a vossa paz. É para o mundo que Eu a dou, e Eu tenho uma quantidade infindável com a qual vos poderei encher. Começais a ver a amplitude do Meu plano? Eu preciso de muitas almas para Me ajudarem e, neste momento, não tenho almas que cheguem. Por isso temos de dar a conhecer ao mundo o Meu pedido, para que todas as almas de boa vontade possam responder e ajudar-Me. É justo e equitativo, Meu filho, que seja dada a cada um a oportunidade de responder por si mesmo. Eu estou a pedir, e cada alma deve responder. As pessoas percebem, na sua alma, que lhes está a ser pedido para escolherem, e são elas que escolhem. Eu sou Deus. Eu sei tudo. Eu preciso de almas. Ninguém se pode esconder de Mim. Se uma alma Me rejeitar agora, acabou-se. Não é possível rejeitar Deus e pedir o Céu em herança. Fica em paz, Meu querido filho. O teu Deus está a transformar o mal em bem.