http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

CONSERVAR O DEPÓSITO DA FÉ

 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...
 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...

Arquivo do blog

quarta-feira, 22 de março de 2017

Jesus : Meus filhos, Eu estou a pegar em vós nos Meus braços.

Resultado de imagem para sacred heart of jesus
http://directionforourtimes.com/wp-content/uploads/2013/04/POR-Volume-2.pdf

2 de Setembro de 2003 

Jesus 
Quero que os Meus filhos estejam em paz. Vós já o sabeis, Meus filhos, tantas foram as vezes que vo-lo disse. Hoje, vou ensinar-vos como manter a paz nos vossos corações em todos os momentos. Meus filhos, quando um pai ou uma mãe embala um filho e canta uma canção de embalar, a criança sabe o que é a paz e, tanto assim é, que muitas vezes a criança fecha os seus olhinhos e cai sem esforço num sono sossegado. 

Meus filhos, Eu estou a pegar em vós nos Meus braços. Eu estou a embalarvos suavemente, muitas vezes, durante o vosso dia; quero que pareis o que estiverdes a fazer durante um breve momento, e que fecheis os vossos olhos. Durante um momento vou serenar a vossa alma com este mesmo carinho e, mesmo que seja por um só momento, sabereis o que é o sono da paz. Tereis plena consciência dos vossos sentidos, sim, mas a vossa alma descansará em completa união Comigo, e todo o vosso ser ficará restaurado e reencontrará o seu equilíbrio
Meus filhos, é assim que Eu tenciono manter-vos em paz. Nada deveis temer, nem mesmo a morte. Porque é que a morte haveria de assustar uma alma que está destinada a passar a eternidade Comigo? Estarás simplesmente a regressar a casa, Meu filho, e os breves momentos da morte são quase que um tempo de transição   praticamente instantâneo.

 Não, não temas a morte. Isso distrair-te-á da vida, e Nós não queremos distracções a desviarem-te do cumprimento dos teus deveres na terra. Meus filhos, procurais ficar Comigo durante todo o vosso dia? Lembrai-vos que vos estais a exercitar e a tentar tomar consciência da Minha presença e daquilo que Eu diria. Perguntais-Me muitas vezes o que Eu gostaria que fizésseis. É assim que se deve proceder, Meus filhos. Vedes as mudanças que Eu estou a fazer na vossa alma? Vedes a diferença na forma como olhais para os vossos irmãos e irmãs?
 Compreendeis agora que estou a fazer estas mudanças e que podeis confiar em Mim, porque Eu mantenho a Minha palavra. Estamos a fazer progressos, Meu filho, e isso agrada-Me. Cada vez que uma alma se aproxima de Mim em atitude de confiança, este mundo transforma-se um pouco. Quero que sintas alegria, Meu filho. O teu mundo não está em paz, mas tu tens de estar. Estou a colocar paz nas vossas almas, e o mundo irá obter essa paz através de vós, da mesma forma que um bebé vai buscar alimento à sua mãe. É por isso que vos peço para virdes até Mim, muitas vezes, durante o vosso dia. À medida que o mundo for buscando a paz para acalmar a sua terrível inquietação, Eu colocarei mais paz dentro de vós. Por isso não vos preocupeis ou não vos inquieteis porque o mundo  vos tira a vossa paz. É para o mundo que Eu a dou, e Eu tenho uma quantidade infindável com a qual vos poderei encher. Começais a ver a amplitude do Meu plano? Eu preciso de muitas almas para Me ajudarem e, neste momento, não tenho almas que cheguem. Por isso temos de dar a conhecer ao mundo o Meu pedido, para que todas as almas de boa vontade possam responder e ajudar-Me. É justo e equitativo, Meu filho, que seja dada a cada um a oportunidade de responder por si mesmo. Eu estou a pedir, e cada alma deve responder. As pessoas percebem, na sua alma, que lhes está a ser pedido para escolherem, e são elas que escolhem. Eu sou Deus. Eu sei tudo. Eu preciso de almas. Ninguém se pode esconder de Mim. Se uma alma Me rejeitar agora, acabou-se. Não é possível rejeitar Deus e pedir o Céu em herança. Fica em paz, Meu querido filho. O teu Deus está a transformar o mal em bem