http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

CONSERVAR O DEPÓSITO DA FÉ

 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...
 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...

Arquivo do blog

sábado, 4 de março de 2017

Queridos filhos deste mundo, Eu, o vosso Jesus, não estou limitado pelas leis da natureza. Eu tudo posso. Os Meus poderes são inimagináveis

Resultado de imagem para Jesus : Meus filhos, falo-vos do mais íntimo do Meu coração Eucarístico.
18 de Agosto de 2003 

Jesus - Quero que os Meus filhos estejam conscientes da Minha grande dedicação por eles. Eu estou presente nos sacrários de todo o mundo. Faço-o porque é Meu desejo que o Cristo vivo esteja presente no meio dos Seus filhos. As almas que Me visitam e Me veneram na Eucaristia têm a possibilidade de atingir um elevado grau de santidade. Eu sou a cura para todos os males. Eu sou a calma em todas as tempestades. Eu sou o conforto de toda a tristeza. Porque quero guiar os Meus filhos de um modo mais intenso, quero que compreendais que a Vida está presente em cada sacrário. Meus queridos filhos, se ao menos compreendêsseis o valor de cada uma das visitas que Me fazeis aqui, haveria constantes multidões durante todo o dia e durante toda a noite. É a esta multidão de almas que Eu dirijo agora o Meu convite. Queridos filhos deste mundo, Eu, o vosso Jesus, não estou limitado pelas leis da natureza. Eu tudo posso. Os Meus poderes são inimagináveis para as almas que ainda não tiveram a visão do Céu, ou seja, para as almas que ainda se encontram na terra. No vosso mundo fala-se muito sobre o poder. Este tem este poder e aqueloutro tem um outro poder. Os Meus filhos têm sido inundados com imagens do oculto ou de poderes mágicos. Quero que isto acabe. Há  uma obsessão pelos poderes que NÃO são poderes do Céu. Os Meus filhos, mesmo alguns dos Meus filhos da Luz, dizem que se trata de coisas boas ou, pelo menos, de coisas inofensivas. Digo-vos agora, com toda a Minha Majestade Divina, que todo o poder que não vem de Mim é mau. Identificai em cada dia estes impostores e eliminai-os da vossa vida. Vós não vedes os danos a acontecer, mas Eu, o vosso Salvador, asseguro-vos que estas coisas abrem uma porta para a vossa alma que seria melhor não abrir. Os vossos filhos têm de ser protegidos de divertimentos e de jogos que põem em destaque estes “poderes”. Desejo guiar-vos deste modo bem específico. Quero avisar-vos e corrigir-vos. Quero ensinar-vos. Mas, acima de tudo, quero amar-vos. Já alguma vez amastes alguém apaixonadamente e fostes rejeitados? O vosso amor já foi alguma vez desdenhado sem qualquer consideração? Se alguma vez isto vos aconteceu, então conseguireis compreender o que Eu sinto. Eu sou rejeitado pela maioria da humanidade. Eu dei a Minha própria vida por esta humanidade, para que os seus pecados fossem ignorados e esquecidos. A humanidade, na sua pobreza e na sua loucura, desdenha este dom, atirando-o aos Meus pés, como que a dizer “O Teu dom não vale nada. Esse dom já não tem qualquer valor.” Meus queridíssimos filhos, em alguns casos, trata - se de ignorância pura. Muitos destes filhos não entendem que o dom que rejeitam é a sua eternidade, a sua salvação. Em muitos casos não o entendem porque nada lhes foi dito. Esta situação será alterada em breve, quando Eu Me revelar ao vosso mundo, e não ficarem a pairar quaisquer dúvidas de que Jesus Cristo vive e de que Jesus Cristo salva. Nessa altura, as almas conhecer-Me-ão e serão livres de fazer uma escolha com base nesta tomada de consciência. Meu querido filho, que grande consolo serão para Mim as almas que fizerem a sua escolha antes desse dia, com base na sua fé. Envio desde agora o Meu Espírito para o mundo. O Espírito, a terceira pessoa da Santíssima Trindade, descansa em cada pessoa que O acolhe. As Minhas palavras têm de ser espalhadas, e quando estas palavras chegarem até uma alma onde o Espírito habita, essa alma será iluminada de uma forma espantosa. Na verdade, a luz de cada uma destas almas chegará ao Céu, onde as almas triunfantes se alegrarão ao ver um outro soldado regressar à causa. Queridos filhos, ficai alerta a cada um dos Meus desejos. Exercitai-vos a responder aos Meus pedidos em espírito de obediência. Caminhareis na paz, prometo-vo-lo hoje. Adorai-Me na Eucaristia enquanto vos ensino o que é o amor.